SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sábado, 21 de maio de 2016

Dono de helicóptero apreendido pela PF cheio de cocaína vai ser secretário no governo de Michel Temer











O filho do ex-presidente do Cruzeiro e senador Zezé Perrella, Gustavo Perrella, 33, aceitou o convite e deve assumir a secretaria Nacional do Futebol e de Defesa dos Direitos do Torcedor.

Ele foi chamado pelo ministro Leonardo Picciani (PMDB) para compor a nova equipe.
Gustavo Perrella, que já foi deputado estadual em Minas Gerais, espera a oficialização por meio do Diário Oficial da União na semana que vem.
Na última quarta-feira (18), o novo ministro afirmou que não colocaria membros da chamada “bancada da bola”, grupos de parlamentares ligados à CBF na APFut (Autoridade Pública de Governança do Futebol).
Se confirmada a entrada de Gustavo Perrella para a secretaria, estará no comando do Futebol o filho de um dos maiores representantes desta bancada.
Além de ser ex-presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella tem atuado, durante todo o seu mandato, desde 2011, pelos interesses dos dirigentes da confederação, como foi também no caso da aprovação da lei de refinanciamento das dívidas, o Profut, que contrariou alguns clubes, como o Flamengo.
O convite feito a Perrella foi publicado inicialmente por Marcos Paulo Lima, no “Correio Braziliense”.
Pai e filho, os Perrella foram alvo de uma operação da Polícia Federal, que flagrou e apreendeu 445 kg de cocaína em helicóptero pertencente ao então deputado.
Não foram achados indícios de autoria dos dois no caso e, por isso, eles não responderam judicialmente.
Postar um comentário

Comentarios