SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sábado, 21 de maio de 2016

GLOBO BOICOTA CRIME CONTRA ANA HICKMANN E PAGA MICO POR NÃO JORNALISMO

Crime surreal que terminou em sequestro, morte e envolvendo famosa foi desprezado pelo 'Jornal Nacional'.

Neste sábado, 21, um crime chocou o país. No entanto, passou completamente batido pela programação da TV Globo, que boicotou uma notícia seríssima envolvendo o staff da concorrência. Um atirador fã daapresentadora Ana Hickmann, da TV Record, simplesmente sequestrou seu empresário e o fez levá-lo até o quarto da famosa, que estava em um hotel luxuoso em Belo Horizonte, em Minas Gerais. No cômodo, os dois e mais uma assessora passaram por momentos de terror. Rodrigo de Pádua disse que era amante de Ana, começou a xingá-la e pediu para que a comunicadora se deitasse de costas na cama. O empresário de Hickmann então saiu em uma luta corporal com o criminoso. Disparos foram feitos no quarto. A assessora levou dois tiros, um na barriga e outro no braço. O empresário conseguiu pegar a arma do bandido e deu três tiros em sua cabeça. A mulher atingida passou por uma cirurgia e emergência e se recupera em um hospital de Belo Horizonte.
Todo esse drama, digno dos melhores roteiros de cinema não ganhou seque uma notinha no principal telejornal do país, o 'Jornal Nacional'. Apresentado no 'Plantão' por Alexandre Garcia e Monalisa Perrone, o telejornal foi o único das emissoras abertas que não deu nenhum destaque à notícia, que ganhou primeira página nos principais sites de notícias pelo país. No 'MGTV', o mesmo. O crime que mobilizou a população de Minas Gerais foi completamento ignorado. Nem mesmo uma foto de Ana Hickmann foi utilizada 
A Globo ao escolher por essa postura faz um não jornalismo e esquece que é uma concessão pública, ou seja, uma picuinha ou rivalidade não pode ser maior do que a emergência e da necessidade de se noticiar um fato. O que aconteceu com Ana Hickmann reúne todos fatores necessários para fazer do episódio ser digno em ser exibido em rede. Envolve um fã com problemas mentais, um sequestro, morte, feridos e uma apresentadora famosa. 
No passado, a emissora teve outra postura quando Silvio Santos e sua filha, Patrícia Abravanel foram presos em São Paulo. O problema é porque aconteceu com alguém da Record? 
fonte:http://br.blastingnews.com/
Postar um comentário

Comentarios