SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 3 de maio de 2016

Malafaia critica participação de Zé de Abreu no Faustão

O religioso acredita que o casal que foi cuspido também deveria ser chamado no programa
O pastor Silas Malafaia usou o Twitter para reclamar sobre a participação do ator Zé de Abreu no programa do Faustão neste último domingo (24).
O ator foi chamado para comentar o caso ocorrido na última sexta-feira (22) quando ele, após ser criticado por um casal em um restaurante em São Paulo, respondeu cuspindo no homem e na mulher.
Sem papas na língua, Malafaia comentou que o ator não tem escrúpulos e que não entende como a Globo o mantém entre seus artistas.
“Como a Globo mantém em seus quadros um ator, como Zé de Abreu, que cospe em pessoas e ainda debocha. Um desqualificado, inescrupuloso, vergonha!”
O religioso também comentou a agressão do ator contra a mulher que também foi agredida. “Em qualquer lugar do mundo, um homem que cospe no rosto de uma mulher é ridicularizado, menosprezado. Na Globo ele é exaltado. Vergonhoso!”, escreveu Malafaia.
O pastor queria que a mulher também fosse chamada para comentar o que aconteceu. “Um pilantra petista sendo exaltado no programa do Faustão. Será que a mulher que tomou o cuspe vai ter o direito de falar? Para o safado petista, sim!”
No programa, Zé de Abreu foi homenageado por amigos e parentes e pode comentar o episódio. O ator falou que foi ofendido pelo casal, que chegou a ser chamado de ladrão por ter recebido dinheiro da Lei Rouanet (que não é pago pelo governo, mas sim por empresas privadas que quiserem aprovar o projeto).
“Eu não uso a Lei Rouanet porque eu acho um saco ficar pedindo (dinheiro para as empresas patrocinarem)”, disse Zé de Abreu ao falar que ele é conhecido pelas novelas.
O ator também falou sobre respeitar as opiniões diferentes, mas que ao ser atacado ele resolveu se defender e bater boca com o casal e só então foi que ele resolveu cuspir.
“A atitude dele foi pensada, ele poderia ter evitado, eu não poderia”, disse ele se defendendo. Porém, o ator não se arrepende do que foi feito.
FONTE:GOSPEL PRIME
Postar um comentário

Comentarios