bate papo FMESPERANÇANOSSA

SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Assassinato de funcionária do Aeroporto Salgado Filho surpreende delegado pela crueldade do crime Vítima de latrocínio foi escolhida aleatoriamente, detalhou o policial

Investigação chegou até os autores por meio de imagens de câmeras de segurança, além do rastreamento bancário da vítima | Foto: Reprodução / Polícia Civil / CP
Investigação chegou até os autores por meio de imagens de câmeras de segurança, além do rastreamento bancário da vítima | Foto: Reprodução / Polícia Civil / CP
Agentes da Polícia Civil mostraram-se surpresos com a crueldade do crime praticado contra a funcionária terceirizada do setor de informações do Aeroporto Salgado Filho, Mineia Machado, de 39 anos, morta ao ser estrangulada e atingida a golpes de chave de fenda, nesse fim de semana, às margens da BR 386, em Montenegro, no Vale do Caí. Com o uso de um aparelho, choques de 25 mil volts foram disparados contra vítima, que foi amarrada e agredida. O corpo foi localizado na manhã desta segunda-feira, em um matagal, após um homem de 32 anos e um adolescente de 16 anos terem confessado o crime.
Revelando ter cometido outros seis homicídios, o menor não mostrou arrependimento ao confessar o crime. Os requintes de crueldade impressionaram o delegado Cleber Ferreira, que concedeu entrevista sobre o caso, hoje à tarde, no Palácio da Polícia. “Eu tenho uma experiência muito grande na Polícia Civil e, pela idade dele de 16 anos, eu achei de uma frieza impressionante, da maneira que ele narrou os fatos e praticou os golpes. Ele foi tão frio, que ele disse ter dado um golpe no peito dela com a vontade de atingir o coração”, detalhou. O adolescente é foragido da Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase) e cabe ao Departamento da Criança e do Adolescente (Deca) solicitar um novo pedido de internação.
Os policiais chegaram até o corpo de Mineia após terem capturado a dupla, no domingo, nas imediações da Estação Rodoviária de Lajeado, no Vale do Taquari. O segundo suspeito não tinha antecedentes criminais. Com pedido de prisão preventiva solicitado, ele deve ser levado para o sistema prisional ainda nesta segunda.
A dupla admitiu que retornou para Porto Alegre para roubar um veículo. Mineia foi abordada ao sair do trabalho, de forma aleatória. Ela seguia para o estacionamento do Salgado Filho, onde havia deixado o veículo, um Fiat Uno. Depois de se livrarem do corpo dela, os dois seguiram com o carro até Lajeado.
Como o adolescente havia passado a trabalhar em um prostíbulo, junto o suspeito, no Vale do Taquari, a Polícia estima que a intenção da dupla era angariar fundos para abastecer o local com bebidas alcoólicas, por exemplo. No sábado, um saque de R$ 600 foi realizado da conta da vítima. A investigação chegou até os autores por meio de imagens de câmeras de segurança, além do rastreamento bancário de Mineia.
O adolescente ainda disse que participou de uma ação que terminou com tiroteio e a morte de quatro criminosos, em frente ao Hospital Cristo Redentor, no mês de abril, em Porto Alegre. Na ocasião, ele citou que era ocupante do primeiro carro que trocou tiros com policiais, na avenida do Forte.
fonte:http://www.correiodopovo.com.br/
Postar um comentário

Comentarios