SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sábado, 4 de junho de 2016

Janaina Paschoal pode protocolar pedido de Intervenção Militar

A advogada Janaína Paschoal, uma das autoras do pedido de impeachment que afastou Dilma Rousseff, disse que tomará providências em relação ao presidente em exercício se "perceber que a coisa degringolou". "Esse presidente que está em exercício, e o que virá –não sei quem virá–, você tem que dar um tempo para [ele ou ela] mostrar [seu trabalho]. Mas se a gente começar a perceber que a coisa degringolou, acho que tem que tomar uma providência", disse. "Acho que não tem volta, acho que vai cair muita gente ainda. E tem que cair", acrescentou. A afirmação foi feita em entrevista a uma plataforma de conteúdo da FecomercioSP, gravada no dia 24 de maio. Janaína afirmou que atuaria em outro pedido de impeachment se necessário. Alguém precisa explicar para a Janaína que se o impeachment não deu certo uma vez, o recurso constitucional não funciona mais. O recuso que funciona contra essa gente é o artigo 142 da Constituição Federal. Se a Dilma voltar ou se Temer esquerdar, os militares serão a única solução.
Postar um comentário

Comentarios