SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

domingo, 5 de junho de 2016

Marcelo Odebrecht coloca ponto final na farsa da ‘mulher honrada’.

Marcelo Odebrecht coloca ponto final na farsa da ‘mulher honrada’.A delação premiada do bilionário empreiteiro Marcelo Odebrecht vai definitivamente sepultar qualquer resquício de esperança que qualquer militante petista possa ter de retorno da presidente afastada ao comando do país. 

Se antes a situação da presidente, no que pertine a efetivas condições de governabilidade, eram extremamente precárias, os fatos que virão brevemente ao conhecimento público, certamente aniquilarão qualquer possibilidade de êxito petista na questão do impeachment, aliás, pelo contrário, irão aproximar, perigosamente, Dilma Rousseff da Operação Lava Jato. 

Já vazou para uma parcela extremamente bem informada da imprensa, com atuação nos bastidores, que, entre outras coisas, o empreiteiro confirmou que a nomeação do ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Marcelo Navarro, fazia parte de um grande acordo para livrá-lo da prisão, confirmando o que já havia sido dito pelo ex-senador Delcídio do Amaral. 

Um outro relato do empreiteiro, talvez ainda mais grave, reporta-se ao fato de que a presidente Dilma Rousseff teria pessoalmente tratado com Odebrecth, sobre os aportes financeiros da empreiteira na campanha política de 2014. 

As reuniões, segundo ele, teriam acontecido no Palácio do Alvorada. 

Questionada, Dilma, em entrevista ao jornal ‘Folha de São Paulo’, desmentiu e disse que ‘nunca’ recebeu Odebrecht no Alvorada. 

Entretanto, a própria agenda presidencial, disponível no site do Planalto, desmente a presidente afastada. 

Em 2014, pelo menos em duas oportunidades, o empresário Marcelo Odebrecht foi recebido por Dilma no Palácio Alvorada. 
fonte:https://www.vejaagora.org
Postar um comentário

Comentarios