bate papo FMESPERANÇANOSSA

SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Piloto de helicóptero que caiu em SP era ex-comissária, diz associação Jovilde Calisctil tinha 13 anos de aviação civil e era instrutora de voos

Piloto de helicóptero que caiu em SP era ex-comissária, diz associação

O helicóptero que caiu na região de Jundiaí, no interior de São Paulo, era pilotado pela comandante Jovilde Aparecida Calisctil, segundo divulgaram nesta segunda-feira (27) a Associação Brasileira de Pilotos de Helicóptero (Abraphe) e a Associação Aeronautas Gol (Asagol).
A aeronave em que pilotava, um Bell 407 prefixo PR-CBB estava desaparecida desde domingo (25) e foi localizada por volta das 8h desta segunda. As informações preliminares são de que cinco pessoas estavam no helicóptero, mas os bombeiros ainda não confirmam.
A aeronave saiu de São Paulo com destino a Americana e perdeu contato com o controle de São Paulo na região de Cajamar, na Grade São Paulo, próximo a uma praça de pedágio da Rodovia dos Bandeirantes.
Jovilde foi comissária de bordo da Gol quando decidiu começar a pilotar e se tornar instrutora e examinadora de helicópteros. Ela tinha inclusive um site para dar informações e instruções a pilotos de helicópteros.
Em nota, a Abraphe informa que "com mais de 13 anos na aviação civil e mais de 4.500 horas de voo, Cmte Jovilde era habilitada em PCH - Piloto Comercial de Helicóptero, instrutora, checadora com certificação na área de Flight Safety - CENIPA 03196. Foi chefe de cabine e instrutora de voo da Gol Linhas Aéreas. Também atuou no offshore e a frente de operações de táxi aéreo para empresas de renome da aviação por asa rotativa em São Paulo".
"Experiente e sempre atuante a frente da disseminação das normas de segurança, a Cmte Jô, como era carinhosamente chamada, transpirava sua paixão em voar e proatividade em estreitar as relações entre veteranos e alunos. Era categórica em afirmar: 'Não basta o destino estar aberto para operação. É necessário voar até o destino e a rota deve estar em boas condições também'", diz nota.
Jovilde lançou o site Pilotos de Helicópteros para reunir informações úteis àqueles que querem se tornar piloto ou que já atuam na aviação de asas rotativas.
"Este projeto, conduzido pela comandante Jovilde Calisctil, tem o objetivo de aproximar os profissionais com a finalidade de trocar experiências e divulgar trabalhos, proporcionando mais sinergia neste ramo da aviação brasileira, que a cada ano se desenvolve mais e que precisa de um canal completo voltado às suas necessidades", diz o site.
Asagol soltou nota aos associados lamentando a morte da colega.
"É com enorme pesar que informamos o falecimento de Jovilde Calisctil, piloto do helicóptero Bell 407 cuja queda foi confirmada na manhã desta segunda-feira (27). Jovilde foi comissária de Voo da GOL e era irmã de nosso colega de empresa e Associação, Copiloto Juarez Calisctil. A Asagol presta sua solidariedade ao Cop. Calisctil, família e amigos desejando conforto e paz para que possam suportar este momento de perda".
Em entrevista à TV Aparecida, Jovilde explicava a paixão pelos helicópteros. "Helicóptero foi uma aeronave que sempre me chamou atenção pela versatilidade e pelo fato de pousar em qualquer lugar", afirmou. Na entrevista, ela dizia que recebeu resistência no início da carreira por ser mulher, mas logo passou a ser respeitada por seu trabalho como instrutora e piloto.
Helicóptero encontrado
Os passageiros que ocupavam o helicóptero encontrado na mata, na região de Jundiaí, nesta segunda-feira (27), seguiam para um torneio de tênis em Americana, no interior do estado de São Paulo, informou o SPTV.
Os bombeiros receberam as informações do helicóptero Águia, que sobrevoava a região e avistou os destroços logo cedo, entre o km 48 e o km 49, às margens da Rdovia dos Bandeirantes. Os bombeiros confirmaram a notícia às 11h.
Força Aérea Brasileira (FAB) informou que não foram encontrados sobreviventes no local.
"Em função das condições de visibilidade e das características geográficas da região, foi deslocado um helicóptero Águia da Polícia Militar de São Paulo para o local, que confirmou que se tratava dos destroços da aeronave desaparecida e que, lamentavelmente, não há sobreviventes", diz nota da FAB.
Uma equipe do Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV) foi deslocada para o local da ocorrência para iniciar as investigações sobre o acidente.
A aeronave perdeu contato na região de Cajamar, próximo ao pedágio da Rodovia dos Bandeirantes, no sentido interior.
Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou que a documentação do monomotor estava em dia, tanto o certificado de aeronavegabilidade, quanto o documento de inspeção anual de manutenção. O modelo estava em nome de SAFRA, tem capacidade para até 2.268 kg e 6 pessoas (incluindo o piloto).
Bom Dia Brasil informou que o helicóptero era de propriedade de Alexandre Costa, fundador da Cacau Show, e do empresário Geraldo Vagner de Oliveira. Em nota, Costa informou que vendeu sua parte na aeronave para Oliveira, embora ainda não tenha recebido o valor de sua parte, nem alterado a documentação do veículo.
Reportagem da TV TEM informou que o helicóptero foi localizado 2,5 km mata a dentro. O veículo é de fabricação americana, pesa quase 2 toneladas, tem capacidade para seis pessoas e pertence a uma empresa de táxi aéreo.
A reportagem informou ainda que a aeronave decolou de Guarulhos, na Grande São Paulo, por volta das 8h de domingo e perdeu contato com a torre de controle quando sobrevoava a região de Cajamar.
O pré-candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PRB, Celso Russomanno, afirmou em sua página no Facebook que amigos dele estavam no helicóptero.
"URGENTE, POR FAVOR COMPARTILHEM!
Amigos de Caieiras e Região. Hoje às 8h07 da manhã, o helicóptero em que meus amigos estavam desapareceu e até o momento não tivemos nenhuma notícia, estava próximo ao pedágio da Bandeirantes, nesta região de Caieiras. Se vocês ouviram algum barulho, viram algum sinal de fumaça, ou movimento diferente na região, por favor entrem em contato com as autoridades e me avisem o quanto antes. Peço que compartilhem com todos que puderem. As famílias estão desesperadas. Seguem as fotos e nomes da piloto e passageiros. Helicóptero Bell 407, matrícula PR CBB. Piloto Josilde, Vagner Oliveira, Vagner Lanzoti, Oscar Marchini e Francisco Rebolo", diz o post.
fonte:http://www.cpadnews.com.br/
Postar um comentário

Comentarios