SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 7 de junho de 2016

Vem neve e muita geada por ai!

07/06/2016 às 15:43
por Josélia Pegorim

Atualizado 07/06/2016 às 18:35
O Sul do Brasil voltou a registrar temperaturas abaixo de zero desde o dia 3 de junho. Nesta terça-feira, pela medição do Epagri/Ciram, órgão de monitoramento meteorológico e agrícola do governo de Santa Catarina, a menor no Brasil foi de 2,2°C abaixo de zero. A temperatura também ficou abaixo de zero em Bom Jardim da Serra, Rio Rufino e Urubici.
O Instituto Nacional de Meteorologia também registrou temperatura negativa na cidade gaúcha de Cruz Alta, onde a temperatura mínima foi de -0,9°C. General Carneiro, no Paraná, registrou 0,9°C abaixo de zero.
No Rio Grande do Sul, o INMET confirmou a ocorrência de geada fraca em São Luiz Gonzaga, em Encruzilhada do Sul, Bom Jesus, Santa Maria e em Pelotas, e em Uruguaiana geou com moderada intensidade. Na serra catarinense a geada foi forte em São Joaquim.

O frio de junho está apenas começando. Até o começo da próxima semana, o ar polar que já está sobre a Região Sul será reforçado por massas polares ainda mais intensas, enquanto avança sobre o Sudeste, sobre o Centro-Oeste e chega ao Acre e a Rondônia
O período entre 8 e 13 de junho de 2016 deve ser o mais frio do ano até agora por causa da persistência do ar polar. O frio deste período deve superar o que foi observado na última de semana de abril e no início de maio, quando a Região Sul teve temperatura abaixo de zero por cinco dias consecutivos, entre 27 de abril e 2 de maio. A menor temperatura registrada no Brasil este ano, até o momento, foi 4,3°C negativos em 19 de maio, em Urupema, cidade na parte mais elevada da serra catarinense.

Confira os efeitos do frio intenso que vem por aí!
Neve
A maior sensação do outono de 2016 ficará por conta da possibilidade de nevar nas serras gaúcha e catarinense, o que não ocorreu no calorento 2015. A chance de nevar é considerada para as cidades de altitude acima de 1000 metros, na noite de sexta-feira, 10, e no decorrer do sábado, dia 11 de junho.

Geada
O frio que se espalha sobre o Brasil nos próximos dias será mais intenso do que o registrado na última semana de abril e no início de maio. Para a população da Região Sul, será uma sequência de dias congelantes, com geada generalizada e temperaturas abaixo de zero em muitas localidades dos três estados. A geada pode ser forte. Desta vez, pode gear também em áreas como vale do Itajaí, em Santa Catarina, na Grande Curitiba e na Grande Porto Alegre.
A população do Sudeste também deve se preparar para dias muito gelados até o fim da primeira quinzena de junho. Temperaturas abaixo dos 10°C devem ser registradas em praticamente todas as regiões de São Paulo, no Sul de Minas, no sul e na serra do Rio de Janeiro.




Pode gear na Grande São Paulo
Até o domingo, 12 de junho, a Grande São Paulo terá vários dias com temperatura abaixo de 10°C ao amanhecer e há uma possibilidade de geada para o amanhecer do domingo. Deve gear também no sul do estado de São Paulo
Pode gear também no sul de Mato Grosso do Sul. O ar polar desta vez  entra forte também no centro-sul e oeste de Mato Grosso e vai conseguir refrescar até Brasília.

Friagem
O ar polar fica cada vez mais intenso até o fim da semana e avança em direção ao Acre e a Rondônia. A queda da temperatura já poderá será sentida a partir da quinta-feira, 9 de junho.
fonte:http://www.climatempo.com.br/
Postar um comentário

Comentarios