SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Afinal, após a morte os mortos estão dormindo ou estão conscientes?

   cemetery-395953_1280
Deixe-me compartilhar com vocês duas ideias falsas que as pessoas têm em relação à morte. Existem mistérios no quebra-cabeça da vida que não encontraremos respostas, mas para outros, a Bíblia deixa muito claro, mas precisamos vê-los em uma perspectiva eterna.
Primeiro, é preciso ter em mente que o que não faz sentido nesta vida, fará na próxima. Por que morremos? Essa é uma pergunta fácil de responder, mas precisamos ter uma perspectiva eterna. Nesta perspectiva a morte não é ruim. No Reino Celeste um corpo sem fôlego pode representar um ser em descanso.
Desde que o pecado entrou no mundo o corpo foi condenado à morte. Essa é uma das doutrinas da Escatologia. A DOUTRINA DA MORTE. Porém, a morte pode ser uma ponte que nos conduzirá a vida eterna com Cristo. “Carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus […] é necessário que aquilo que é corruptível se revista de incorruptibilidade, e aquilo que é mortal, se revista de imortalidade” (1 Coríntios 15.50,53).
Segundo, que os mortos dormem. Essa é uma interpretação equivocada dos textos bíblicos. Apesar de a Bíblia usar o verbo dormir para designar as pessoas que partiram desta vida, sua aplicação não se refere à inconsciência. Na verdade tanto os justos quanto os ímpios estão em estado de consciência, mas em lugares diferentes.
A Bíblia diz que os mortos estão dormindo?
A Bíblia diz de maneira poética que os crentes falecidos “dormem no Senhor” (1 Coríntios 15.6; 1 Tessalonicenses 4.13), mas isso não refere-se a consciência dos mortos, mas a uma expressão a quem já experimentou o fenômeno do fim da existência terrena, usando uma linguagem de tranquilidade, demonstrando que quem partiu em Cristo está em repouso, descanso.
Jesus, por exemplo, usou essa expressão ao referir-se a morte de Lázaro. Ele disse: “Nosso amigo Lázaro adormeceu” (João 11.11). Estaria Jesus se referindo ao estado de consciência da alma de Lázaro? De maneira alguma! Jesus deixa isso claro: “Então, Jesus lhes disse claramente: Lázaro morreu” (João 11.14).
A Bíblia diz que os mortos estão conscientes?
A resposta é sim.
A Bíblia demonstra claramente que os mortos estão conscientes, agindo racionalmente. Jesus Cristo, por exemplo, descreveu o lugar onde o rico e Lázaro estavam após a morte como sendo um lugar de consciência ativa. Apesar de estarem em lados diferentes (Lucas 16.19-31), Jesus descreveu ambos interagindo racionalmente.
Outro exemplo da Bíblia de que os mortos estão em estado de consciência ativa pode ser visto na transfiguração de Jesus Cristo, quando esteve no monte com os seus discípulos. Moisés e Elias apareceram falando com Jesus naquele lugar (Mateus 17.3). Elias não morreu, segundo conhecemos da Palavra de Deus, mas Moisés morreu e seu corpo foi sepultado pelo próprio Deus (Deuteronômio 34.5-7).
A Bíblia também afirma em Apocalipse 6.9-10 que os justos que foram mortos por conta das perseguições religiosas pedem a Deus por Justiça, demonstrando a racionalidade deles diante da situação de repouso (Apocalipse 14.13) que se encontram enquanto aguardo o retorno de Cristo para buscar a Igreja.
Portanto, a Bíblia deixa claro que os mortos estão em descanso, mas em estado de consciência e racionalidade, podendo interagir, mas em refrigério, pois todas as suas tristezas e dificuldades foram extintos, gozando de paz e alegria.

Postar um comentário

Comentarios