SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Fiel deixa herança de US$ 1,6 milhão para a igreja; Doação surpreendeu os membros



A gratidão de uma fiel ao que a comunidade de fé representou para ela em seus últimos dias de vida só pôde ser descoberta após sua morte: sua herança, que totalizou US$ 1,6 milhão, foi deixada para a igreja que ela frequentava.
Caroline John faleceu aos 95 anos, em 2014, na cidade de Hanover, Pensilvânia (EUA), cinco anos após seu marido, Adolf, também falecer. A notícia de sua doação à Emmanuel United Church of Christ foi revelada essa semana.
De acordo com informações do Christian Post, Caroline optou por criar um fundo, que repassará, anualmente, 4,5% do valor à denominação. Dessa forma, a igreja receberá, no primeiro ano, o equivalente a US$ 72 mil. Esse valor tende a diminuir gradativamente, conforme os repasses forem acontecendo.
O portal Evening Sun colheu depoimentos dos fiéis da igreja e descobriu que a comunidade havia se tornado uma verdadeira família para Caroline desde que ficou viúva, em 2009.
Todo o trabalho de repasse da herança para a igreja foi planejado pelo advogado de Caroline, Steven McKonly, que também é membro da denominação. Os valores serão administrados pela Fundação York County Community, que repassará as verbas anuais à igreja.
O pastor Russell D. Clark, dirigente da congregação, afirmou que os membros ficaram surpresos quando souberam da doação: “A maioria dos nossos queixos caiu no chão. Ninguém tinha qualquer indício de que esse dinheiro estava vindo para a igreja, exceto o advogado. Nós estamos muito felizes, porque teremos oportunidade de fazer algumas coisas boas com o dinheiro que ela trabalhou tão duro para acumular”, disse.
Antes de se aposentar, Caroline John passou a vida trabalhando como bibliotecária nos estados da Pensilvânia, Ohio e Virginia e Nova York. Quando se aposentou, aos 68 anos, casou-se com Adolf, e juntos voltaram para a cidade de Hanover, em 1987, onde viveram até o fim de suas vidas.
“Em sua velhice, a igreja estava lá para apoiá-la física e emocionalmente. Ela se sentia muito agradecida e por isso queria fazer algo grande — e realmente ela fez algo grande por nós”, reconheceu o pastor.
folnte:gospelmas
Postar um comentário

Comentarios