bate papo FMESPERANÇANOSSA

SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

sexta-feira, 15 de julho de 2016

FORÇA NACIONAL É OBRIGADA A OBEDECER REGRAS DE BANDIDOS NO RIO E CHOCA O BRASIL


Nesta quinta-feira, 14, o jornal Extra do Rio de Janeiro publicou revelações chocantes sobre o trabalho realizado pelos agentes da Força Nacional. A matéria mostra a realidade do Rio de Janeiro no esquema para os jogos olímpicos, onde os agentes são obrigados até mesmo a obedecer a criminosos. Os soldados que são preparados para combaterem até atentados terroristas são obrigados a se submeterem à regras de milícias, que são grupos criminosos formados por policiais que se estabelecem em comunidades carentes como justiceiros em um primeiro momento, mas depois monopolizam algum tipo de serviço, como o de gás. Os policiais que ajudam a fazer a segurança da tocha olímpica e dos atletas não podem, por exemplo, entrar na chamada Gardênia Azul. Eles também foram impedidos de colocarem internet em alojamentos do 'Minha Casa, Minha Vida'.
É lá que policiais e bombeiros estão morando durante esse período dos jogos. As casas foram recém-inauguradas e já contam com inúmeros problemas, como infiltrações. O trabalho dos agentes da Força Nacional se tornou tão crítica que muitos, segundo uma reportagem da Revista Veja, já pensam até em abandonar o serviço. Eles estão com os salários ainda do mês passado atrasado. O governo informou que iria realizar o mais rápido possível o pagamento. A rotina dos profissionais também é de espantar. Eles estão trabalhando ininterruptamente durante horas, chegando à total estafa. 
A milícia não permitiu que a Força Nacional instalasse internet, pois já monopoliza na região o sinal de web e de TV a cabo na região. Com isso, nenhuma empresa operadora pode chegar nos locais para fazer a instalação. As que tentaram foram alvos de represálias e funcionários já se negam até a obedecer as ordens dos patrões para fazer o serviço. 
A denúncia choca o Brasil e o mundo, pois acontece a poucos dias das Olimpíadas, um período que muita gente acreditou que as coisas fossem se amenizar, mas o que se jé é justamente o contrário. Pelo visto, os bandidos cariocas não tem medo de nada e de ninguém. 
Postar um comentário

Comentarios