SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sábado, 9 de julho de 2016

Michel Temer proibe ANATEL em limitar Internet e pode demitir diretor



Após toda polêmica sobre a limitação das franquias de internet no Brasil,Com ordem de Temer o Ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, declarou nesta sexta-feira que o governo vai obrigar as operadoras de internet a manter a oferta de planos com consumo de dados ilimitados. Mais que isto, que os planos ilimitados atuais devem ser mantidos: \" O usuário não poder ser, de forma nenhuma, prejudicado. A colocação do presidente da Anatel foi totalmente desnecessária e está causando muita celeuma, como não poderia deixar de ser. Talvez em alguns países não existam (planos ilimitados), mas a realidade do Brasil precisa ser respeitada\", declarou o ministro. A fala em entrevista ao jornal O Globo, foi motivada pelas declarações do presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), João Rezende, que afirmou que a internet ilimitada estaria acabada.
A própria ANATEL havia proibido as operadoras de serviços de internet banda larga de restringir a velocidade, cortar internet ou cobrar valores por quantidade de consumo excedente por 90 dias. A medida prevê multa diária de R$ 150 mil com limite em dez milhões mensais. A agência pede às operadoras, entre outras coisas, que deixem claro em materiais de publicidade que irão limitar os planos. Além de informar ao consumidor sobre as mudanças, as empresas teriam de enviar ao consumidor perfis detalhados de consumo e avisá-lo periodicamente sobre os dados utilizados da franquia, evitando diminuição do serviço sem o cliente ser avisado.
O Ministério das Comunicações assumiu o compromisso de conversar com as empresas de internet e chegar a um consenso. A tendência é de que os pacotes oferecidos aos consumidores brasileiros tenham a opção de franquia limitada ou ilimitada. Governo e empresas costuram um acordo que, além de permitir a continuidade dos serviços de internet ilimitada, também irá impor às empresas que divulguem aos clientes o perfil de consumo e a quantidade de dados utilizada mensalmente. Por um lado o \'acordão\' permite a operadoras oferecer novos planos ao consumidor, por outro pode deixar a relação do consumidor com a operadora de banda larga mais transparente. Estas empresas estão entre as campeãs de reclamações na Anatel. Os principais motivos são corte de serviços sem aviso e cobranças indevidas.
O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, disse que a entidade vai pedir o afastamento do presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, que tem mandato até o fim deste ano
Em audiência pública do Conselho de Comunicação do Congresso Nacional, Lamachia disse que a permanência de Rezende à frente da Anatel está comprometida porque o comandante da agência tem privilegiado os interesses das empresas do setor de telefonia em detrimento dos consumidores. Procurado pela Agência Brasil, João Rezende não respondeu ao contato da reportagem
Solicitei hoje ao Conselho Federal, à nossa área jurídica, que examinasse uma representação à Presidência da República e ao Ministério das Telecomunicações, exatamente versando essas declarações do presidente da Anatel, e contra ele, porque entendemos que a sua condição de permanência na presidência da Anatel, hoje, está comprometida, por tudo isso que nós estamos vendo”, disse Lamachia.
fonte:http://noticiasfamosas.net/
Postar um comentário

Comentarios