SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Com apenas 18 anos, Yusra faz sua estreia hoje (6) na Olimpíada do Rio, como parte da Equipe Olímpica de Atletas Refugiados, competindo na modalidade de 200 metros nado livre.



Com apenas 18 anos, Yusra faz sua estreia hoje (6) na Olimpíada do Rio, como parte da Equipe Olímpica de Atletas Refugiados, competindo na modalidade de 200 metros nado livre.
Yusra e sua irmã, Sarah, foram responsáveis por salvar o passageiros desesperados quando o barco que fazia a perigosa travessia entre a Turquia e a Grécia encalhou. Elas nadaram durante três horas e meia até o barco atravessar o Mediterrâneo.
Nadaram até a Grécia, puxando por uma corda junto com outros dois jovens, um barco com mais 18 pessoas. O barco tinha começado a inundar 30 minutos depois de partir.
Ao chegarem na Grécia, ela, a irmã e as outras 18 pessoas se juntaram a outros refugiados e atravessaram a pé, Macedonia, Sérvia, Hungria e Áustria até a Alemanha, onde hoje reside e treina.
Sobre sua história, ela diz: "Eu quero representar todos os refugiados para mostrar a todos que, depois da dor, depois da tempestade, vem a calmaria. Eu quero inspirá-los a fazer algo bom de suas vidas”.
Fonte:https://www.facebook.com/asminasnahistoria
Postar um comentário

Comentarios