SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Rival de Athos assume erro e ganha elogios do brasileiro: "Espírito olímpico" Tcheco Jiri Beran diz a árbitro que ponto a seu favor foi errado e esgrimista do Brasil elogia atitude do adversário de quem ganhou: "Mostrou que esse é mesmo o caminho"

O brasileiro Athos Schwantes já deu adeus à disputa individual da espada na Arena Carioca 3, nesta terça-feira, mas, depois de falar da eliminação na segunda rodada, fez questão de enaltecer a atitude do primeiro adversário que enfrentou, o tcheco Jiri Beran. Athos destacou que o rival acusou um golpe que o árbitro confirmou para ele, mas que na verdade não aconteceu. Para o esgrimista brasileiro, esse é o verdadeiro “espírito olímpico”.
O duelo já estava no tempo extra depois de ficar empatado no período regular. Os dois adversários tinham mais um minuto para pontuar. Athos abriu o caminho com 5 a 3, quando um ponto foi marcado para Beran. Foi aí que o rival avisou ao árbitro que, na verdade, ele mesmo tinha se tocado no momento em que o ponto foi sinalizado (confira no vídeo acima aos 12m17).
Athos Schwantes esgrima (Foto: REUTERS/Issei Kato)Athos Schwantes diante do tcheco Jiri Beran
- Queria deixar uma coisa registrada. Quando joguei com o Beran e estava 5 a 3 para mim, ele fez um quarto ponto. Não sei se as pessoas entenderam em casa ou não (o que houve), mas muitas vezes nós esgrimistas não sentimos onde foi. Às vezes é muito de leve e você não sente, eu não senti, e o árbitro estava dando o toque. Estávamos entrando na linha de guarda de novo para se reposicionar, já mudado o placar com 5 a 4, e ele falou para o árbitro: “Toquei em mim mesmo”. E aí foi por isso que bati palmas para ele e agradeci. O público não deve ter entendido também, foi uma conversa entre os dois que ouvi. E aí voltou a ficar 5 a 3, era um momento muito crítico. Isso mostra o que é o espírito olímpico., Fico muito feliz de ter uma pessoa com esse caráter. Se todo mundo fosse assim, teríamos outra situação. Procuro sempre ser assim, e ele me mostrou que esse é mesmo o caminho. Isso é o que faz a coisa ser realmente bonita - disse Athos.
O brasileiro terminou o tempo extra com 8 a 6 no placar e seguiu adiante na competição. Na rodada seguinte, no quadro 32, Athos acabou derrotado pelo francês e número 1 do mundo Gauthier Grumier, por 15 a 7.
O esgrimista ainda volta a competir nos Jogos Olímpicos do Rio, no domingo, na disputa de espada por equipes, ao lado de Guilherme Melaragno e Nicolas Ferreira. Eles encaram a Venezuela na primeira rodada.
fonte:http://www.portalternurafm.com.br/

Postar um comentário

Comentarios