bate papo FMESPERANÇANOSSA

SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

VIDEO“No tapa” Caminhoneiros arrancam militantes do MST a força de bloqueio covarde na estrada neste feriado. VEJA

Resultado de imagem para VIDEO“No tapa” Caminhoneiros arrancam militantes do MST a força de bloqueio covarde na estrada neste feriado. VEJA
Em protesto nesta feriado, integrantes do MST voltam a bloquear estradas no Paraná.
Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) voltaram a bloquear estradas federais e estaduais no Paraná. As manifestações e interdições tiveram início na quarta-feira (18), pouco antes de a Polícia Militar deflagrar a operação para o cumprimento da ordem de reintegração de posse da Fazenda Santa Maria, em Santa Terezinha de Itaipu, no oeste. Até as 19h, três pontos permaneciam fechados.
Em nota distribuída nos bloqueios, o MST explica que protesta contra o “despejo” das famílias que ocupavam a fazenda desde março e contra a morte de dois sem-terra no confronto com a polícia em Quedas do Iguaçu, no dia 7 de abril. O movimento também pede uma solução para as cerca de 10 mil famílias de sem-terra acampadas em várias regiões do estado.
Até o fim da tarde, quase metade das cerca de 400 pessoas que estavam na fazenda tinha deixado a área e seguido para casa ou para acampamentos próximos.
Pela manhã, manifestantes ocuparam as praças de pedágio da BR-369, em Arapongas, e da BR-376, em Mandaguari, liberando as cancelas. A concessionária Viapar orientou os funcionários a deixarem as praças para evitar qualquer confronto.
Por volta das 18h, o MST liberou a praça de pedágio de Mandaguari, segundo a polícia.
Também houve bloqueio na PR-445, em Tamarana, próximo ao distrito de Lerroville, em Londrina. Inicialmente, a PRE havia afirmado que o trânsito foi liberado às 18h. No entanto, às 20h50, a polícia voltou a dizer que as pistas estavam interditadas na região. Já às 21h20, o trecho estava novamente liberado.
Na PR-272, próximo ao trevo de acesso a Faxinal, a manifestação foi encerrada por volta das 19h.
Na quarta, outro grupo interditou o km 476 da BR-277, em Nova Laranjeiras, onde permaneceu o dia todo e no fim da tarde promoveu uma passeata. Segundo a PRF, os manifestantes acamparam ao lado da rodovia e retomaram o bloqueio por volta das 19h, desta vez no km 468, onde ficaram até as 20h30 desta quinta-feira..
As polícias Rodoviária Estadual (PRE) e Federal (PRF) acompanham as manifestações, consideradas pacíficas.
O MST informou, no fim da tarde, que está negociando uma reunião de urgência com o governo estadual e deve encerrar todas as manifestações até as 20h.
SE VOCE AMA E LUTA PELO BRASIL CURTA AQUI
Postar um comentário

Comentarios