SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Silvio Santos Diz que vai se Candidatar a Presidente do Brasil em 2018 (Veja)


Um ano depois, contudo, o apresentador mudou de opinião. Silvio Santos recebeu convite de diversos partidos políticos para se candidatar, principalmente porque as pesquisas de intenção de voto o apontavam na liderança. Um dos levantamentos, divulgado pelo extinto Jornal da Tarde, mostrava Silvio Santos em primeiro lugar na corrida presidencial, com 34% das intenções de voto, mesmo com o apresentador não sendo candidato. 

Muitos não lembram, outros nem sabem, mas há 25 anos o apresentador Silvio Santos se candidatou à Presidência do Brasil. Após muitas especulações sobre se seria candidato ou não, o Homem do Baú decidiu lançar-se como postulante ao mais alto cargo da Nação e estremeceu o pleito, que até então era liderada com folga por Fernando Collor de Mello (PRN). 

Silvio Santos se candidatou à Presidência em 1989 
Silvio Santos se candidatou à Presidência em 1989 
Foto: Reprodução 
O curioso é que um ano antes, em depoimento no SBT, canal do qual já era dono, Silvio Santos negou qualquer envolvimento político. “Se o Silvio Santos um dia for candidato a qualquer cargo eletivo, e se o Silvio Santos apontar qualquer um candidato às eleições, não votem no Silvio Santos e nem em quem ele apontar, porque o Silvio Santos vai estar tapeando vocês. Não quero ser político e não vou apontar ninguém pra presidente da República”, afirmou em 1988. 

Um ano depois, contudo, o apresentador mudou de opinião. Silvio Santos recebeu convite de diversos partidos políticos para se candidatar, principalmente porque as pesquisas de intenção de voto o apontavam na liderança. Um dos levantamentos, divulgado pelo extinto Jornal da Tarde, mostrava Silvio Santos em primeiro lugar na corrida presidencial, com 34% das intenções de voto, mesmo com o apresentador não sendo candidato. 

Veja o primeiro programa político de Silvio Santos na TV 
ASSISTIR Veja o primeiro programa político de Silvio Santos na TV Veja o primeiro programa político de Silvio Santos na TV ASSISTIR Políticos de Nova Cantu tentam aprovar reajuste salarial Políticos de Nova Cantu tentam aprovar reajuste salarial ASSISTIR Veja estes animais se levantando pela primeira vez Veja estes animais se levantando pela primeira vez ASSISTIR Republicanos contestam envolvimento dos EUA no Oriente Médio Republicanos contestam envolvimento dos EUA no Oriente Médio 
O primeiro partido a despertar realmente o interesse em Silvio Santos foi o PFL. Pouco menos de um mês antes da eleição, o Homem do Baú afirmou que se reuniu com o então senador Edison Lobão e com o presidente do partido, Hugo Napoleão, que o convidaram para assumir a candidatura, caso o então candidato Aureliano Chaves desistisse. “Se ele desistir, nós queremos contar com você”, teria dito Lobão a Silvio. 

“Eu disse: podem contar comigo. Porque por mais de uma vez me ofereceram a candidatura para presidente da República. Podem contar porque alguma força está me ajudando nessa decisão. Minha mulher já foi preparando minhas filhas que são pequenas para mudar pra Brasília. Eu concordo, mas quero conversar com o Aureliano”, contou Silvio, na época. 

Contudo, Aureliano Chaves decidiu manter a candidatura, mesmo com a contrariedade de parte da sigla. Apesar de não poder disputar o pleito pelo PFL, Silvio Santos se animou com a possibilidade de ser presidente e começou a buscar alternativas. 

Sem acordo com o PFL, os boatos chegaram. Foi aventada a possibilidade de Silvio sair candidato pelo PL, mas Afif Domingos também não renunciou - queria Silvio como vice. O apresentador não aceitou a proposta e passou a ser cortejado por vários partidos. A decisão sobre a candidatura saiu quando ele se reuniu com Armando Corrêa, presidenciável pelo “nanico” PMB (Partido Municipalista Brasileiro). Corrêa ofereceu a legenda e o lugar, mas queria que Silvio se comprometesse com as propostas do partido. Silvio aceitou a pouco mais de 20 dias para a eleição. 

“Eu acho que tenho condições de ganhar. Vai depender do povo. Tenho muita sinceridade, tenho sensatez. Temos de nos assessorar com pessoas de bem. Eu vou me assessorar com bons ministros. Tenho muitas condições de fazer um bom governo”, afirmou Silvio logo após decidir pela candidatura.
fonte:http://novidadesdobrasil01.blogspot.com.br
Postar um comentário

Comentarios