SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Dor no quadril: como ela é e quais são as causas? O que posso fazer para aliviar?

  Dor no quadril
Como evolui a dor no quadril?
A evolução da dor no quadril depende, evidentemente, da sua causa e em geral tem o mesmo curso que elas. Se a causa for uma fratura no quadril, a mais comum, isso pode mudar significativamente a qualidade de vida da pessoa. Menos da metade das pessoas que sofreram fratura no quadril voltam à sua atividade anterior. Além disso, uma fratura no quadril pode ser seguida por muitas complicações, com risco de morte.
Qual é o tratamento para a dor no quadril?
O tratamento da dor no quadril depende de suas causas, mas em geral são utilizados analgésicos, anti-inflamatórios, corticoides ou medicações específicas.
O que fazer para aliviar a dor no quadril?
As medidas a seguir não devem substituir o tratamento médico, mas somar-se a ele.
  • Faça alongamentos antes e depois dos exercícios ou atividades físicas.
  • Evite descer ladeiras correndo, o que provoca muito impacto no quadril. Prefira caminhar.
  • Dê preferência a andar de bicicleta ou nadar em vez de correr.
  • Reduza a quantidade de exercícios que pratica.
  • Se praticar corrida, faça-o em uma superfície regular, horizontal e lisa. E use tênis adequado para esta prática esportiva.
  • Se você estiver acima do peso, procure emagrecer.
  • Se tiver pé chato, procure usar palmilhas ortopédicas.
  • Só use tênis que tenham um bom sistema amortecedor.
  • Se houver sinais de inflamação, aplique gelo três a quatro vezes ao dia.
  • Tente não ficar em pé por longos períodos de tempo.
  • Ao deitar, não durma sobre o lado que tem problemas.
  • Ponha um travesseiro entre os joelhos quando se deitar de lado.
  • Use sapatos baixos que sejam confortáveis.
  • fonte:http://www.abc.med.br/
Postar um comentário

Comentarios