SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Para salvar o planeta, ativistas fazem sexo com a Terra

Sexo com árvores, orgasmos e banhos nus estão entre as práticas dos ativistas. Foto: Divulgação/sexecology.org
A ecossexualidade não se limita ao sexo com o nosso planeta. Quem é aderido desse tipo de prática também utiliza apenas produtos sexuais sustentáveis e, vez ou outra, é visto andando nu por aí. Mas o principal ponto realmente é o sexo 
   
Nosso planeta precisa cada vez mais de ajuda. Não poluir, rever o consumismo desenfreado, acabar com o desmatamento, etc. são causas que todo ambientalista defendem. Mas existem alguns deles que foram um pouco além.
Uma nova modalidade de sexo, o ecossexualismo, está chamando atenção das pessoas. Claro, é algo totalmente incomum e que está se disseminando por aí — principalmente no hemisfério Norte. E sim, é o que você está pensando: eles são pessoas que fazem sexo com a Terra.
A ecossexualidade não se limita ao sexo com o nosso planeta. Quem é aderido desse tipo de prática também utiliza apenas produtos sexuais sustentáveis e, vez ou outra, é visto andando nu por aí. Mas o principal ponto realmente é o sexo.
Os ecossexualistas são vistos por aí transando com árvores, por exemplo. Se penduram pelados nos galhos e tentam chegar ao orgasmo. Vez ou outra também se masturbam debaixo de cachoeiras ou rolam no chão até chegar ao orgasmo — está aí o que talvez deva ser a modalidade mais difícil da prática.
“Quando imaginamos que a Terra é como uma mãe para nós, imaginamos que a mãe vai tomar conta da gente e nós temos apenas que sugar, sugar e sugar. Por outro lado, se enxergamos a Terra como uma amante, você precisa tratá-la bem ou ela vai embora”, explica Beth Stephens, uma das ativistas da causa. 
FONTE: http://www.24horasnews.c
Postar um comentário

Comentarios