SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Ex-mulher acusa Valdemar da Costa Neto de ameaçá-la de morte Em boletim de ocorrência, ela conta que foi abordada por um motoqueiro armado: 'para de mexer na história das contas no exterior'





Condenado no mensalão (Abr/VEJA)

A ex-mulher de Valdemar da Costa Neto, o ex-deputado e homem forte do PR, voltou a procurar a polícia para dizer que está sendo ameaçada pelo político.

Maria Cristina Mendes Caldeira tem um histórico de torpedos disparados contra o ex-marido. Saíram da boca dela algumas das principais informações que levaram o ex-deputado para a cadeia.

À CPI do Mensalão, em 2005, ela contou que o ex-companheiro estava na lista dos beneficiários da propina distribuída à base aliada da época.

A partir de então, Maria Christina diz que passou a ser ameaçada constantemente. E a tomar pelo que relatou na 1ª delegacia da Mulher de São Paulo, no último dia 7, sua munição pode não ter se esgotado.

Maria Christina disse aos policiais que, no dia 2 de dezembro, foi abordada por um motoqueiro no meio da rua. Armado, ele pediu para ela abaixar o vidro do seu carro e deu início à intimidação.

De acordo com o depoimento prestado à polícia, ela não entendeu tudo o que o sujeito dizia – talvez só o mais importante.

“Ele disse algumas frases, mas a vítima, em razão do nervosismo, não conseguiu ouvir tudo, mas conseguiu distinguir as seguintes palavras: ‘para de mexer na história das contas no exterior’ e os nomes “Eduardo Cunha, Lula e Valdemar’. Ela começou a buzinar e gritar “bandido”, diz o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil paulista.

“Como nos outro fatos relatados, a vítima teme por sua vida e integridade física e atribuiu a ameaça sofrida ao seu ex-marido, Valdemar da Costa Neto. Acredita que novos fatos virão à tona em momento próximo e que a ameaça tem por objetivo mantê-la coagida e calada”, detalha o B.O.

A Polícia está atrás das imagens gravadas por câmeras de segurança da Rua Funchal, no dia 2, entre 10h30 e 11h30, período em que a ex-senhora Costa Neto ouviu o recado para permanecer de boca fechada.
FONTE:http://veja.abril.com.br/
Postar um comentário

Comentarios