SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Isto se chama “bomba exterminadora de fungos”. Depois de experimentar, você vai entender o porquê!

fungos unha micose
Os fungos que se alojam nas unhas causam um problema denominado onicomicose.
Também chamada de tinha das unhas, é uma infecção que ataca as unhas tanto das mãos como dos pés.
Ela pode surgir devido a fatores que nada têm a ver com as unhas, como:
– Nível alterado do pH da pele
Quando atacadas por fungos, as unhas começam a ficar amareladas e, caso não seja tratadas imediatamente, sofrem rachaduras, causando dor.
Este é um problema muito desagradável,  principalmente quando a pessoa expõe os pés e as mãos contaminados na rua.
Pior ainda quando o fungo já está no nível avançado…
Como resolver o problema?
Com a “bomba exterminadora de fungos”.

Esta é uma receita que elimina os fungos sem piedade.
Pode acreditar!
Tudo porque na sua composição há poderosos antifúngicos.
O resultado não demora a aparecer.
E você vai gastar muito pouco para produzir este potente remédio.
São apenas três ingredientes.
Anote, faça e comprove:
INGREDIENTES
Álcool 70%
Água oxigenada 10 volumes
Vinagre branco
MODO DE PREPARO
Misture em partes iguais álcool e água oxigenada 10 volumes.
Depois adicione um pouco de vinagre branco e mexa bem.
Aplique com um pedaço de algodão nas unhas infectadas e deixe agir por 15 minutos.
Depois, lave com bastante água e enxugue bem.
Faça esta aplicação duas vezes por dia até ficar livre do problema.
Esta é  uma pagina de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.
Postar um comentário

Comentarios