SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Neto deixa a Colômbia rumo a Chapecó Zagueiro da Chapecoense foi o último sobrevivente a deixar o país, na tarde desta quinta-feira. Ele seguirá tratamento ao lado de Ruschel e Henzel em SC

Na maca, Neto acena antes de entrar no avião que o trará de volta ao Brasil

Na maca, Neto acena antes de entrar no avião que o trará de volta ao Brasil (Rede Globo)

O zagueiro Neto, último sobrevivente a ser resgatado no acidente envolvendo a delegação da Chapecoense, deixou a Colômbia nesta quinta-feira, 16 dias depois da tragédia. O atleta embarcou no aeroporto de Rionegro, cidade próxima a Medellín, e deve chegar nesta noite a Chapecó (SC), onde seguirá seu tratamento, ao lado do lateral Alan Ruschel e do jornalista Rafael Henzel. O goleiro Jackson Follmann está internado em São Paulo.Dos seis sobreviventes do acidente aéreo, Neto foi o último a ser resgatado e, inclusive, chegou a figurar na lista das vítimas pelas autoridades. Ele foi socorrido pela polícia oito horas após a queda do avião que levava a Chapecoense. A recuperação do jogador surpreendeu os médicos: seus últimos exames torácicos não apresentaram nenhum tipo de infecção.

Nesta quinta, Neto teve sua primeira foto publicada em estado consciente após o acidente aéreo que matou quase toda a delegação do clube. Leonardo Zampier, irmão de Neto, foi o responsável por divulgar a imagem nas redes sociais agradecendo à Polícia de Antiquoia, em especial a Marlon Lengua, subtenente que resgatou o zagueiro dos escombros do avião e que aparece ao seu lado na foto.
Deus é amor. E amor foi o que senti aqui de todos que o ajudaram, sejam com suas habilidades, sejam com suas orações, sejam os nativos daqui ou de qualquer lugar do mundo.
Aqui vão meus agradecimentos a Deus e a esses anjos da guarda que cuidaram tão bem do meu irmão aqui na Colômbia.
Sintam-se abraçados fortemente por toda nossa família e amigos, sejam vocês socorristas, médicos, enfermeiros, voluntários, polícia, Etc. De coração.
Fonte:http://veja.abril.com.br/
Postar um comentário

Comentarios