SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Preso com quase 300 kg de drogas, vereador eleito é diplomado na Bahia Messias Aguiar (PMDB) foi preso um dia após ter sido eleito vereador. Ele ainda não tomou posse, porque segue mantido em conjunto penal.

Vereador preso com drogas (Foto: Divulgação/PM)
O vereador Messias Aguiar (PMDB), recém-eleito no município de Ubaitaba, sul da Bahia, foi preso com quase 300 kg de drogas em uma fazenda localizada na zona rural da cidade, na tarde desta segunda-feira (3). As informações são da Polícia Militar.
De acordo com a PM, a prisão ocorreu por volta das 15h, após uma denúncia anônima. Com o vereador, a polícia informa que encontrou 270 kg de maconha, 2 kg de cocaína, uma balança de precisão e sacos plásticos para embalar a droga.
Conforme a PM, durante a abordagem policial, Messias Aguiar negou que a fazenda fosse dele, mas confessou a posse das drogas. O vereador foi levado para a Delegacia Regional de Ilhéus, a 65 km de Ubaitaba, onde está à disposição da Justiça.
Messias Aguiar foi o segundo mais votado de Ubaitaba, com 571 votos. Em entrevista ao G1, o juiz eleitoral Glaucio Klipel, explicou que a lei diz que se no dia da posse, em 1º de janeiro de 2017, o candidato eleito estiver preso, quem assume é o suplente, até que o caso dele seja resolvido na Justiça. Segundo ele, se o vereador for absolvido no julgamento, ele pode assumir o cargo.
FONTE:http://g1.globo.com/
Postar um comentário

Comentarios