SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sábado, 28 de janeiro de 2017

Tomar um copo disto deixará seu fígado e vesícula como novos em pouco tempo!

Uma digestão saudável é o segredo da boa saúde e do corpo em forma.Isso exige o bom funcionamento dos órgãos relacionados à digestão.O fígado tem papel importantíssimo na digestão, pois tudo o que comemos ou bebemos passa por ele.

Uma digestão saudável é o segredo da boa saúde e do corpo em forma.
Isso exige o bom funcionamento dos órgãos relacionados à digestão.
O fígado tem papel importantíssimo na digestão, pois tudo o que comemos ou bebemos passa por ele.
Portanto, o principal desafio é evitar sobrecarregá-lo – isso é essencial para a saúde geral e o bem-estar. Um fígado congestionado permite o acúmulo de toxinas que poderiam ter sido removidas do corpo, mas que voltam a circular no sangue, causando danos aos tecidos e aos sistemas corporais.
Os sinais de fígado congestionado são:
- dores de cabeça;
- perturbações digestivas;
- insônia;
- sensação de cansaço pela manhã;
- pele amarelada.
Para dar um descanso ao fígado, deve-se cortar carne, gordura, alimentos refinados, açúcar branco, farináceos e álcool.
Outra forma de desintoxicar o fígado é beber em jejum suco fresco de um limão misturado com um copo de água morna.
Afora isso, é muito importante consumir alimentos que contribuem para o bom funcionamento de todo o aparelho intestinal:
Eis alguns:
Ameixa: é um laxante natural.
Aspargo: rico em magnésio, ajuda na digestão e a evitar constipação e inchaço.
Aveia: contém fibras que se ligam aos ácidos biliares gordurosos, reduzindo a absorção deles pelo corpo.
Banana: um probiótico natural.
Brócolis: um vegetal rico em glutamina, aminoácido essencial que pode retirar elementos cancerígenos no trato digestivo.
Cebola: Alivia a indigestão.
Centeio: boa fonte de nutrientes que protegem os órgãos ligados à digestão.
Erva-doce: laxante natural, ajuda a aliviar problemas digestivos.
Gengibre: um dos melhores tônicos digestivos que existem.
Para uma boa digestão, beba meia hora antes das refeições um pouco de gengibre ralado misturado com sumo de limão fresco, mel e água morna.
Iogurte e kefir: fornecem bactérias probióticas que ajudam na digestão.
Lentilha: boa fonte de glutamina.
Nori: alga que ajuda o organismo a digerir melhor os alimentos fritos.
Quinua: rica em vitaminas B, ajuda a digestão. É o grão mais rico em proteína.
Repolho: estimula o sistema imunológico e protege o aparelho digestivo.
Salsa: ajuda a digestão.
Suco de couve: alivia a inflamação e combate úlceras estomacais.
Vinagre de maçã: moderadamente, contribui para reforçar a digestão e prevenir a diarreia.
Açafrão-da-terra/cúrcuma: antisséptico intestinal.
MAIS UMA DICA PARA DESINTOXICAR O FÍGADO E TODO O APARELHO DIGESTIVO
INGREDIENTES
Um punhado de hortelã
1 litro de água
Meio copo de suco de limão
Meio copo de suco de laranja
MODO DE PREPARO
Adicione a água e o hortelã numa panela e leve para ferver por 5 minutos.
Depois, desligue o fogo e deixe descansar.
Feito isso, encha um copo com os sucos e mexa bem.
 
Em seguida, misture o suco com a infusão de hortelã.
Coe para que fique apenas o líquido
Beba a mistura três vezes por dia durante uma semana.
Não beba a preparação de um dia para o outro.
Todo o conteúdo deve ser consumido no mesmo dia em que é feito.
 
Em poucos dias você se sentirá muito melhor.
Depois de uma pausa de duas semanas, você pode voltar ao tratamento.
Depurar seu fígado com frequência é uma necessidade para a saúde e bem-estar do nosso corpo.
Não se esqueça disso!
Esta é uma pagina de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
Postar um comentário

Comentarios