SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Ex-miss atacada com ácido posta 1º vídeo após agressão Gessica Notaro está internada há 1 mês e pode ficar cega

E ex-miss italiana Gessica Notaro
Após 28 dias internada, a ex-miss italiana Gessica Notaro publicou na noite desta quinta-feira um vídeo de agradecimento em sua conta no Facebook depois de sofrer um ataque com ácido do ex-namorado. “Eu já fui submetida a duas operações de pele e na próxima semana vou sofrer uma no olho, mas tento ser positiva. Todos vocês estão me dando uma carga incrível e por que não agradecer o suficiente? Muito obrigada a todos de coração”, disse ela.
Notaro ainda está internada em um hospital de Cesena, no leste da Itália, onde passou por duas cirurgias para reconstrução dos tecidos faciais. O olho esquerdo continua sendo uma preocupação para os médicos, que estão fazendo o possível para que ela recupere a visão. “O caminho ainda é longo, mas é preciso ser forte”, completou.
Após 28 dias internada, a ex-miss italiana Gessica Notaro publicou na noite desta quinta-feira um vídeo de agradecimento em sua conta no Facebook depois de sofrer um ataque com ácido do ex-namorado. “Eu já fui submetida a duas operações de pele e na próxima semana vou sofrer uma no olho, mas tento ser positiva. Todos vocês estão me dando uma carga incrível e por que não agradecer o suficiente? Muito obrigada a todos de coração”, disse ela.
Notaro ainda está internada em um hospital de Cesena, no leste da Itália, onde passou por duas cirurgias para reconstrução dos tecidos faciais. O olho esquerdo continua sendo uma preocupação para os médicos, que estão fazendo o possível para que ela recupere a visão. “O caminho ainda é longo, mas é preciso ser forte”, completou.
Postar um comentário

Comentarios