SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Gay agride pastor que estava pregando em praça pública Pastor é agredido, após pregar a palavra de Deus em praça pública.

   Um pastor evangélico apanha em plena praça publica por pregar a sua religião e dizer que a vida das pessoas só muda quando tomar vergonha na cara.
Ele estava com estrépido fazer o seu sermão, depois convida o povo presente para fazer uma oração e quando o pastor fecha os olhos e começa orar, de repente aparece um jovem com calção listrado identificado como Jerfesson matos, que é homossexual, acomodado com o volume do som e com a pregação do pastor e passa a agredi-lo, com murros e pontapés, então o povo parte para sima do rapaz para defender o pastor e o rapaz fogem do lugar.Dar pra ver os ferimentos no rosto do pastor, muito sangue escorrendo em sua face devidos aos hematomas gerados pela agressão sofrida. Mesmo assim os crentes louvam a Deus pela pisa que o pastor levou e pede perdão a Deus pelo rapaz não identificado por que para eles o que importa é o que está na Bília que diz: “Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes”(Efésios 6:12) .
Outro evangélico pega o microfone e continua com o culto ao ar livre e mesmo assim a policia não aparece no local. Isso é intolerância religiosa! Mesmo sabendo que o linguajar do pastor era agressivo verbal, quando ele disse que a vida da pessoa só muda “se tomar vergonha na cara”, mas ele não merecia apanhar.

Postar um comentário

Comentarios