SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

domingo, 23 de abril de 2017

Coreia do Norte ameaça afundar porta-aviões dos EUA Na semana passada, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, prometeu uma “resposta esmagadora" em caso de ataque

  Imagens do dia- Testes com mísseis em Pyongyang, Coréia do Norte - Foto divulgada em 07/03/2017
Testes com mísseis em Pyongyang, Coréia do Norte (KCNA)

A Coreia do Norte ameaçou afundar um porta-aviões dos Estados Unidos, neste domingo, para demonstrar força militar. Dois navios da Marinha japonesa se juntaram a um grupo dos EUA para exercícios no Mar das Filipinas, de acordo com o site FoxNews.com.

“Nossas forças revolucionárias estão prontas para combater um porta-aviões de propulsão nuclear americano com um único ataque”, informou o jornal Rodong Sinmum, do Partido dos Trabalhadores do país.

Na semana passada, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, prometeu uma “resposta esmagadora em caso de ataque” da Coreia do Norte. Em visita ao Japão, ele classificou o regime comunista de Kim Jong-un como a “ameaça mais perigosa e urgente para a paz e a segurança na Ásia Pacífico”.

O vice americano garantiu que o governo de Donald Trump vai manter o esforço com aliados como Japão, China e outras potências globais para exercer pressão econômica e diplomática sobre Pyongyang. Vestindo um uniforme militar verde, Pence discursou a bordo do porta-aviões USS Ronald Reagan, estacionado no Japão. Ele realiza uma visita de dois dias ao país depois de ter passado pela Coreia do Sul.

(Com Estadão Conteúdo)
FONTE:http://veja.abril.com.br
Postar um comentário

Comentarios