SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Intolerância sem limites: fiéis não aceitam padre rezar com pastor

  Resultado de imagem para KLEBER LUCAS E PADRE FABIO
padre rezar com pastor
Participação de Fábio de Melo em culto ministrado por Kleber Lucas provoca reações
16/05/2017 09:00:48 - ATUALIZADA ÀS 16/05/2017 10:39:00
FRANCISCO EDSON ALVES
Rio - A participação do padre e cantor Fábio de Melo em um culto realizado no dia 30, na Igreja Batista Soul, na Barra da Tijuca, está provocando um verdadeiro episódio de intolerância religiosa nas redes sociais.
Fábio foi recebido pelo pastor Kleber Lucas, que também é cantor e um dos líderes da chamada Conferência Soul, no evento de três anos da fundação da igreja, originada da Primeira Igreja Batista do Recreio. À frente de 700 fiéis, os dois rezaram e cantaram juntos, mas o que era para ser apenas motivo de elogio, foi o suficiente para provocar uma verdadeira ‘guerra santa’. 
A união dos dois na celebração vem sendo condenada por parte de fieis católicos e evangélicos. “É uma vergonha. Pastor Kleber, que se diz cristão, deixar um padre que acredita em idolatria pregar neste altar sagrado de Deus”, atacou um dos membros da Igreja Soul pela internet. “Ridículo padre Fábio participar de um culto evangélico. Está perdendo a noção. Essa religião não tem nada a ver com nossos princípios cristãos”, rebateu uma mulher, que se disse católica, em um blog.
Kleber Lucas ficou perplexo com a reação dos fiéis. “Precisamos cada vez mais de diálogo e não de desavenças. Os maiores líderes cristãos pregam a união, a paz, o amor entre as religiões, como o Papa Francisco vem fazendo. Foi uma noite magnífica, ecumênica e que, tomara, se repita por muitas e muitas vezes”, afirmou o pastor, que é amigo pessoal do padre há anos. Usando sua conta no Instagram, o padre agradeceu o pastor e membros da Igreja Batista Soul pelo carinho com que foi recebido. “Hoje foi dia de estabelecer comunhão. Preguei na Igreja Batista Soul”, postou Fábio, que, durante o evento, afirmou, ao lado de Kleber, que nunca tinha entrado em uma igreja evangélica. “Agora não quero mais sair”, contou.
“Cristo destruiu os muros”, escreveu Kleber Lucas ao repostar a mensagem escrita pelo padre em seu Instagram. Em vídeos que circulam nas redes sociais, os dois cantam ‘Deus Cuida de Mim’ e ‘Segura nas mãos de Deus’, primeiro uma música de Kleber e o segundo, um antigo hino católico.
Na noite de ontem, Fábio de Melo estava em estúdio e não pôde comentar o assunto. O arcebispo do Rio, cardeal Dom Orani Tempesta, estava viajando e também não foi encontrado para dar sua opinião a respeito. 
Igreja em Minas destruída pela lama
Em novembro de 2015, após a tragédia provocada pela Samarco, a atitude de um padre mineiro também revoltou parte dos fiéis católicos. Na época, numa atitude inusitada, o padre Wellerson Magno Avelino, de 39 anos, pároco da Igreja de São José, da cidade de Barra Longa, a 60 km de Mariana, abriu as portas de sua paróquia para cultos de outras religiões, sobretudo a Batista, que teve o templo parcialmente destruído pela lama.
Duramente criticado por alas mais conservadoras da Igreja Católica, padre Wellerson acabou ganhando um ato de desagravo em seu favor de pastores evangélicos de todo o país. Imagens de santos foram cobertas na igreja, para a realização dos cultos. 
FONTE:http://odia.ig.com.br/
Postar um comentário

Comentarios