SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Advogado denuncia armação de Janot e Joesley Batista nos bastidores do acordo de delação da JBS

  Resultado de imagem para willer tomazA Folha acaba de divulgar detalhes sobre uma intrincada trama que ocorreu paralelamente ao controverso acordo de delação premiada acertado entre o criminoso confesso Joesley Batista e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Na reportagem, o ex-advogado contratado por Joesley Batista, Willer Tomaz, acusa seu contratante de tê-lo usado para incriminar o procurador Ângelo Goulart Villela, inimigo de Janot na PGR. Segundo Willer Tomaz, preso na Operação Patmos, Joesley Batista e o diretor do grupo Francisco Assis e Silva armaram uma cilada para ele e o procurador Ângelo Goulart Villela, também preso, para agradar ao procurador-geral Rodrigo Janot, que firmou um acordo extremamente vantajoso com os irmãos Batista. A reportagem narra uma triangulação suspeitosíssima de informações obtidas por Joesley junto a Willer Tomaz e repassadas a Rodrigo Janot, que também determinou a elaboração de operações controladas 
para prender o advogado e seu desafeto, o procurador Ângelo Goulart Villela.Em carta escrita para a Folha de dentro do batalhão da Polícia Militar na penitenciária Papuda, Tomaz relata que Joesley e Assis provocaram situações como forma de criar provas de que ele e o procurador atuavam juntos, sem a anuência oficial da Procuradoria. Aparentemente, Willer Tomaz foi usado por Joesley Batista apenas com o propósito de incriminar o procurador desafeto de Janot. A questão é saber como Joesley descobriu que Willer Tomaz era próximo de Ângelo Goulart Villela. Leia a íntegra da matéria na Folha
Fonte:http://www.imprensaviva.com
Postar um comentário

Comentarios