SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 27 de junho de 2017

Chanceler venezuelana diz que Brasil é 'vergonha mundial' Delcy Rodríguez afirmou que 'golpe contra Dilma trouxe retrocesso econômico' para os brasileiros. Novo ministro brasileiro de Relações Exteriores Aloysio Nunes respondeu que ela 'não tem muita importância'.

A ministra de Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, em foto de 15 de fevereiro (Foto: Reuters/Marco Bello)
A ministra de Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, em foto de 15 de fevereiro (Foto: Reuters/Marco Bello)
   
A chanceler venezuelana Delcy Rodríguez disse, nesta segunda-feira (6), num fórum de temática anti-imperialista em Caracas, que o Brasil é uma "vergonha mundial".
Ela comentava sobre os países vizinhos da Venezuela que deixaram de ter governos mais à esquerda recentemente, e criticou os novos governos do Peru e da Argentina. "Logo, o golpe de Estado no Brasil contra a presidente Dilma Rousseff, que trouxe retrocesso sócio-econômico para o povo do Brasil, um gigante. E hoje o Brasil, é preciso dizê-lo, lamentando muito, é uma vergonha mundial", afirmou.
"Vivemos no Brasil também, de escândalo em escândalo diariamente. Todos os dias há um escândalo do seu presidente, ou de seus ministros, ou de seus congressistas. A combinação da corrupção. Mas não importa, vão pelo mundo e a direita internacional põe tapete vermelho para eles. É realmente uma vergonha quando se vê esse espetáculo", acrescentou a chanceler.
Questionado sobre a afirmação da venezuelana, o novo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), respondeu nesta terça (7) que ela "não tem muita importância".
Aloysio Nunes deu a declaração a jornalistas logo após tomar posse no cargo, em uma cerimônia no Palácio do Planalto.
Delcy frequentemente critica governos de outros países num tom incomum na diplomacia internacional. Na mesma fala desta segunda, ela chamou o presidente peruano Pedro Pablo Kuczynski de "cachorro simpático", e disse que Mauricio Macri, da Argentina, é um dos presidentes mais corruptos do mundo.
Fonte:http://g1.globo.com
Postar um comentário

Comentarios