bate papo FMESPERANÇANOSSA

SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Mulher fica em estado grave após ser esfaqueada pelo ex-marido no DF Homem não teria se conformado com o fim do relacionamento e tentou matar a ex. Ele foi preso pela Polícia Militar

Reprodução Internet
Policiais militares prenderam, na noite desta terça-feira (6/6), em Ceilândia, um homem de 40 anos por tentativa de feminicídio contra a ex-mulher de 24 anos. Ele é suspeito de tentar matá-la com três facadas. O motivo, segundo a Polícia Militar, é o fato de ele não ter aceitado o fim do relacionamento.
De acordo com a PM, a jovem foi buscar a filha que estava na casa do pai, o ex-marido. Um amigo de trabalho acompanhou a mãe até o local. Temendo uma reação de ciúmes por conta do ex-companheiro, a mulher pediu ao amigo para deixá-la próximo à residência e aguarda-la
Instantes depois, o amigo escutou os gritos de socorro e avistou o homem agredindo a mulher. O rapaz tentou conter o criminoso e foi ferido com um golpe de faca na mão esquerda
Acionados, policiais militares prenderam o criminoso em flagrante. Ele foi encaminhado para 23ª Delegacia de Polícia (Ceilândia). Na DP, o homem tentou justificar o crime, disse que perdeu a razão porque está usando dois medicamentos.Confrontado com o médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o especialista disse que se ele tivesse feito uso de tais medicamentos estaria desacordado. A mulher foi levada em estado grave ao Hospital Regional da Ceilândia.
Taguatinga
Outro caso de agressão contra a mulher registrado na última semana, em Taguatinga Sul, chocou pela crueldade. Segundo relatos de amigos e familiares, Thiago Dantas assistia a filmes pornô no computador quando viu uma atriz que se parecia com a namorada.
Samara estava dormindo, mas foi acordada pelos tapas e socos do companheiro. Os golpes foram tão fortes que teriam ferido o tímpano da vítima. Ele também usou uma faca para ameaçá-la. Temendo morrer, Samara soltou pela janela do apartamento, no 4º andar. Mas Thiago desceu atrás dela e ainda a agrediu e ameaçou no térreo. Foi contido pelos moradores, que também socorreram Samara.
A investigação sobre o caso está sendo conduzida pela 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul). Thiago foi enquadrado na Lei Maria da Penha e responderá às acusações em liberdade após ter pago fiança de R$ 2 mil.
Assista ao relato da jovem:

Depois de receber implante de nove pinos na coluna no Hospital Regional do Paranoá, a vítima foi transferida para o Hospital Regional de Taguatinga (HRT), onde aguarda por cirurgia para retomar os movimentos das pernas.
Dados da Secretaria de Segurança Pública mostram que, em 2016, foram registrados 19 feminicídios e 17 tentativas em todo o Distrito Federal. As 19 mortes representam 3,20% do total de homicídios ocorridos na capital no ano passado.
Números do Mapa da Violência de 2015 revelam que o Brasil está entre os países com maior índice de assassinatos de mulheres. A taxa de 4,8 crimes a cada 100 mil mulheres coloca o país na triste 5ª posição no ranking de 83 países com maior número de casos de feminicídio.
fonte:http://www.metropoles.com
Postar um comentário

Comentarios