SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

domingo, 30 de julho de 2017

Acabou A Presunção De Inocência. PF Pede Devassa Nas Finanças Dos Filhos De Lula

   
Lulinha, Fábio Luiz Lula da Silva, antigo monitor de jardim zoológico, é o orgulho do pai, o ex-presidente Lula. Lulinha foi investigado por uma de suas empresas, a Gamecorp, ter recebido em 2005 um aporte de 5 milhões de reais da antiga Telemar (atual Oi), na qual o BNDES tinha participação.
Em 2006, quando a sociedade com a empresa de telefonia se tornou pública, Lula foi questionado e respondeu ao jornal Folha de S. Paulo que seu filho primogênito era um “Ronaldinho” nos negócios, uma referência ao jogador Ronaldinho Gaúcho, que vivia o auge de sua carreira naquele momento.
A Polícia Federal, que cumpriu mandados de busca e apreensão da Operação Lava Jato na casa do ex-presidente e dos seus filhos, concluiu que as empresas de Jonas Suassuna, um dos sócios de Lulinha na Gamecorp e em outros empreendimentos, registraram o recebimento de 750 milhões de reais entre os anos de 2004 e 2016.
O pendor para o sucesso econômico dos outros filhos de Lula, todo ele emergiu após a ascensão do pai a Presidência, começa a ser investigado e pode resultar em graves consequências para o clã dos Lula da Silva.
O apartamento onde Fábio Luís mora em São Paulo, avaliado em 6 milhões de reais e cujo aluguel estimado é de 40.000 reais mensais, pertence a Suassuna. A PF afirma que o filho de Lula, no entanto, repassou eventualmente, entre maio de 2014 e fevereiro de 2016, mensalidades de 15.000 reais ao dono do imóvel.
“Essas transferências não contemplam todos os meses do período de maio de 2014 fevereiro de 2016, assim como seriam em valor inferior à estimativa realizada pelo fisco federal para valor do aluguel do imóvel”, diz laudo dos investigadores, que analisaram a movimentação financeira e a evolução patrimonial de Lulinha de 2004 a 2014. Detalhe: não há qualquer registro de que o apartamento tenha sido alugado ao primogênito dos Lula da Silva.
Já o filho caçula do petista, Luís Cláudio Lula da Silva, é réu em uma ação da Justiça Federal do Distrito Federal ao lado do pai. O Ministério Público Federal apurou que Lula e os consultores Mauro Marcondes e Cristina Mautoni participaram de negociações irregulares no contrato de compra de 36 caças Gripen, da empresa sueca Saab, e em uma medida provisória para prorrogação de incentivos fiscais para montadoras de veículos. Segundo o MPF, Luís Cláudio recebeu 2,5 milhões de reais da empresa de Marcondes e Cristina por uma consultoria que, afirma o MPF, é fictícia.
Fonte:https://www.noticiasbrasilonline.com.br/
Postar um comentário

Comentarios