SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Gleisi chama Moro de ‘covarde’ e afirma que o ‘PT sabe responder’ Presidente do partido diz que militância provocará instabilidade política no país caso Lula seja impedido de concorrer à Presidência na eleição de 2018

Presidente do PT Nacional, Gleisi Hoffmann, participa de ato em apoio ao ex-presidente Lula em frente à sede do PT, em São Paulo
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffman (PR), fez nesta quinta-feira duros ataques ao juiz Sergio Moro e prometeu uma resposta do partido à condenação do ex-presidente Lula a nove anos e seis meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Em discurso em frente ao Diretório Nacional da sigla, em São Paulo, a dirigente petista disse que o magistrado foi “covarde” e atuou como “instrumento daqueles que querem acabar com a democracia”Gleisi recordou sua participação na ocupação da Mesa Diretora do Senado para retardar a votação da reforma trabalhista, na terça-feira, e disse que o PT criará um cenário de instabilidade política caso Lula seja impedido de concorrer à presidência nas eleições de 2018. O petista terá de ser condenado em segunda instância para ter a candidatura barrada pela Lei da Ficha Limpa.
A senadora declarou que o PT “sabe responder” e fez um alerta: “Não brinquem com isso. Somos de luta. Sabemos ocupar cadeira do Senado, sabemos ocupar terra improdutiva e vamos ocupar esse Brasil. Se vocês impedirem o Lula de ser candidato, vão responder por uma instabilidade política nesse país. Se querem tirar Lula da política, tenham coragem e venham para as urnas.”
Não brinquem com isso. Somos de luta. Sabemos ocupar cadeira do Senado, sabemos ocupar terra improdutiva e vamos ocupar esse Brasil. Se vocês impedirem o Lula de ser candidato, vão responder por uma instabilidade política nesse país. Se querem tirar Lula da política, tenham coragem e venham para as urnas
Senadora Gleisi Hoffman (PR), presidente do PT

Lindbergh

O senador Lindbergh Farias (RJ) foi outra liderança petista a discursar para a militância. Ele disse que o presidente Michel Temer (PMDB) está desmoralizado e que o senador Aécio Neves (PSDB-MG), citado nas delações da JBS, deveria estar preso. Segundo ele, Lula iniciará campanha nos próximos meses para “desmoralizar a sentença” proferida por Moro. Um ato a favor do ex-presidente foi anunciado para o próximo dia 20, na Avenida Paulista, em São Paulo.
“O golpe é continuado, querem transformar 2018 numa fraude. Qualquer eleição sem Lula é uma fraude”, afirmou. “Não vamos nos intimidar. Lançaremos a candidatura de Lula imediatamente. Vamos viajar esse país e desmoralizar essa sentença do juiz Sergio Moro. Tenho a convicção de que Lula será o próximo presidente da República.”
fonte:http://veja.abril.com.br/
Postar um comentário

Comentarios