SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 25 de julho de 2017

Governo vai liberar até R$ 13 milhões para carnaval do Rio, diz deputado do PMDB Pedro Paulo (RJ) participou de reunião com o presidente Michel Temer e representantes de escolas de samba nesta terça (25). Segundo ele, governo criará grupo de trabalho para discutir assunto.


   Resultado de imagem para Temer liberará R$ 13 milhões para o carnaval de 2018 no RJO governo federal vai liberar até R$ 13 milhões para a realização do carnaval do Rio de Janeiro de 2018, segundo informou nesta terça-feira (25) o deputado Pedro Paulo (PMDB-RJ).
O parlamentar participou pela manhã de reunião no Palácio do Planalto com o presidente Michel Temer e representantes de escolas de samba. À tarde, o encontro foi com o Ministério da Cultura.Segundo Pedro Paulo, o governo decidiu criar um grupo de trabalho para discutir os repasses e, nesta quarta (26), haverá uma reunião entre os ministros Moreira Franco (Secretaria-Geral), Sérgio Sá Leitão (Cultura) e Marx Beltrão (Turismo) para tratar do assunto.
encontros em Brasília fazem parte das tentativas das escolas de samba do Rio de buscar uma fonte alternativa de financiamento para o desfile do ano que vem. Em junho, a prefeitura do Rio de Janeiro decidiu reduzir em 50% a subvenção destinada às escolas – de R$ 2 milhões para R$ 1 milhão a cada uma das 13 agremiações do Grupo Especial.
De acordo com o deputado, os participantes do encontro pediram a Temer uma intervenção no carnaval do Rio com o repasse de até R$ 13 milhões. Segundo ele, o presidente acatou o pedido e disse que os representantes das escolas voltarão ao estado com a garantia das verbas.“Temer disse que recursos não faltarão”, afirmou. "A gente teve do governo federal a garantia de que eles vão aportar os recursos, que podem chegar a R$ 13 milhões”, enfatizou o parlamentar.
O próprio Temer, em discurso na posse de Sérgio Sá Leitão como ministro da Cultura, disse para o novo titular da pasta ajudar as escolas (veja no vídeo abaixo).
Michel Temer defende apoio ao Carnaval do Rio de Janeiro
De acordo com Pedro Paulo, uma parte da verba virá de patrocínio de empresas estatais. O restante deverá ser repassado diretamente pelo Tesouro Nacional.
O deputado aproveitou para criticar a prefeitura do Rio que, segundo ele, está contra o carnaval. Pedro Paulo concorreu a prefeito no ano passado, mas não se elegeu.
“A prefeitura do Rio tomou a decisão de ficar contra o carnaval, colocar o carnaval contra a população, com a falsa desculpa de que tira dinheiro da educação”, disse.
Ele defendeu a liberação das verbas argumentando que o evento gera quase R$ 3 bilhões em receitas à cidade, além de gerar empregos e movimentar o mercado hoteleiro.
O presidente da Liga das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Castanheira, que também participou da reunião disse que Temer acenou com a possibilidade de alcançar os recursos necessários para um Carnaval de 2018 com o “mesmo grau de qualidade” de anos anteriores.“Nós solicitamos ao presidente da República que nos apoiasse através do Ministério da Cultura ou do Turismo com valores na ordem de R$ 13 milhões, que seria R$ 1 milhão para cada uma das agremiações do grupo especial do Rio de Janeiro”, disse.
Castanheira explicou que os R$ 13 milhões correspondem ao valor reduzido da subvenção que a prefeitura do Rio de Janeiro destina às escolas. “Esse seria o valor previsto de corte da prefeitura, sendo que a prefeitura está tentando junto à iniciativa privada aumentar de R$ 1 milhão para R$ 1,5 milhão o valor de verba de cada escola”, afirmou.
O novo ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, não antecipou a forma como pode ser feito o repasse de valores às escolas do Rio. “Nesse momento é precipitado antecipar qualquer coisa”, afirmou.
Sá Leitão garantiu empenho do governo federal para auxiliar a realização dos desfiles do próximo ano. “Vamos fazer o que estiver ao nosso alcance para ajudá-las (escolas e liga), para fazer com que o desfile das escolas e tudo mais o que compõe o Carnaval do Rio de Janeiro possa acontecer em 2018 de uma forma melhor do que em anos anteriores”, destacou.
fonte:http://g1.globo.com
Postar um comentário

Comentarios