SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sábado, 29 de julho de 2017

Lula é chamado de ladrão por multidão durante comício no Rio Grande

Resultado de imagem para Lula é chamado de ladrão por multidão durante comício no Rio Grande.


O ex-presidente Lula passou por maus bocados durante sua visita ao Pólo Naval de Rio Grande, município do litoral sul do estado do Rio Grande do Sul. Por mais que os organizadores do evento tenham se esforçado para concentrar militantes, sindicalistas e ativistas de esquerda nas proximidades do palanque, a blindagem não foi suficiente para conter manifestantes anti-Lula e anti-PT; Aos gritos de "Lula, ladrão, Moro te espera", uma multidão composta por moradores locais fez valer o seu recado ao petista neste sábado, durante ato em defesa da indústria naval do Rio Grande, organizado por sindicatos controlados pelo PT. Além dos gritos de "Fora Ladrão", um avião com uma faixa com os dizeres "Lula, Moro te espera" sobrevoou o local no momento em que Lula discursava. Seguranças de Lula tentaram inibir os manifestantes, mas recuaram diante do receio de atrair ainda mais pessoas contrárias ao PT de Lula e Dilma para o local. Muitos dos que ofendiam o ex-presidente eram funcionários demitidos da indústria naval local."Eu perdi meu emprego por causa desses F*D*P* que roubaram a Petrobras até dizer chega", reclamou um dos manifestantes que ostentava um cartaz com os dizeres "fora ladrão". Cerca de 17 mil vagas foram fechadas na indústria local ainda durante o governo Dilma, quando surgiram os primeiros escândalos envolvendo desvios do PT na Petrobras
Na noite anterior, faixas em repúdio a visita de Lula foram espalhadas pela cidade. Dirigentes petistas bem que tentaram remover as faixas no curso do trajeto da comitiva que levava os ex-presidentes Lula e Dilma, a senadora Gleisi Hoffmann e outros réus do PT na Lava Jato. Cerca de 5 mil pessoas estiveram no comício organizado diante da prefeitura comandada pelo petista Alexandre Lindenmayer. Os manifestantes foram contratados nas periferias da cidade e outros foram trazidos por ônibus de assentamentos do MST em quase todo o Estado do Rio Grande do Sul. 
fonte:http://www.imprensaviva.com
Postar um comentário

Comentarios