SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

‘Acho que Doria não sairá do PSDB’, diz Rodrigo Maia Para o presidente da Câmara, prefeito de São Paulo só será candidato se for pelo PSDB e com apoio do governador paulista, Geraldo Alckmin

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) (Evaristo Sá/AFP)
   
 presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse na tarde desta sexta-feira não acreditar que o prefeito de São Paulo, João Doria, deixe o PSDB para concorrer à presidência por outro partido em 2018. Doria tem intensificado viagens a outros estados para projetar sua imagem nacionalmente, enquanto mantém o discurso de que não disputaria prévias contra seu padrinho político, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pela candidatura do tucana ao Planalto.
“Sou amigo do Doria há muitos anos, mas acho que ele não sairá do PSDB. E, como eu acho que Doria é um cara sério, de palavra e leal, ele só será candidato se for candidato pelo PSDB com apoio do Geraldo”, afirmou Maia.
O jornal O Estado de S. Paulo publicou hoje que o presidente Michel Temer disse a João Doria que as portas do PMDB estão abertas caso o prefeito paulistano queira migrar a outra legenda para viabilizar uma eventual candidatura à presidência.
A reportagem também relata que o prefeito de São Paulo foi sondado por outros partidos, entre eles o DEM. Rodrigo Maia afirmou que não tem conhecimento da sondagem ao tucano. “Que eu saiba não”, respondeu, quando questionado sobre o assunto. “Não participei disso”, completou.
FONTE:http://veja.abril.com.br/p
Postar um comentário

Comentarios