bate papo FMESPERANÇANOSSA

SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Brasil Tem Prejuízo De 40 Milhões Com Remédios Caríssimos Vão Para O Lixo Por Falta De Controle

  
Um relatório inédito elaborado pela Controladoria-Geral da União (CGU), com informações levantadas em 2017, identificou no Amapá um prejuízo de R$ 40.711.824,24 aos cofres públicos com medicamentos de alto custo vencidos ou perdidos por mal armazenamento. Os remédios nessa faixa têm grande impacto financeiro aos cofres públicos e só são distribuídos aos estados sob supervisão da União. Os medicamentos de alto custo são utilizados por pacientes da rede pública com câncer, hemofilia, esquizofrenia, e outras doenças. Entre os produtos perdidos pela passagem do prazo de validade estavam 68 frascos de Alfapeginterferona, usado no combate ao melanoma, o tipo mais perigoso de câncer de pele, além de 168 comprimidos de Quetiapina, destinado a pacientes com transtornos mentais. As perdas com os remédios vencidos chegaram a R$ 30.334.923,84, apontou a CGU, que solicitou informações em 20 de agosto de 2017. Cinco tipos de medicamentos foram encontrados com validade ultrapassada, que variava entre 30 de Julho e 30 de Agosto de 2017. Os medicamentos vencidos estavam na Coordenadoria de Assistência Farmacêutica (CAF), vinculada à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Na época, a CGU informou que solicitou informações para o governo sobre os prejuízos, mas não houve manifestação dos responsáveis.
FONTE:https://www.noticiasbrasilonline.com.br
Postar um comentário

Comentarios