SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Ex-deputado Cândido Vaccarezza é preso na Lava Jato É a primeira vez na história da operação que a PF realiza duas fases ao mesmo tempo

    Vaccarezza: fonte de recursos adicionais para saúde ainda será discutida, mas criação de tributo é proposta viável
ex-líder dos governos Lula e Dilma na Câmara dos Deputados Cândido Vaccarezza, que deixou o PT, foi preso nesta sexta-feira em São Paulo (18). Ele alvo de uma das duas novas fases da Operação Lava Jato deflagradas nesta manhã.A prisão é temporária, válida por 5 dias. O G1 tenta contato com a defesa do ex-deputado.
Segundo a PF, Vaccarezza apadrinhava um grupo criminoso que influenciou na contratação de uma empresa estrangeira pela Petrobras. Em troca, o ex-deputado, executivos da estatal e agentes públicos e políticos receberam "pagamentos indevidos". A fase foi batizada de Operação Abate.
O ex-deputado é apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como o principal beneficiário de US$ 500 mil em propina que eram destinados ao PT.
A outra fase, chamada de Sem Fronteiras, e tem como foco irregularidades envolvendo executivos da Petrobras e grupo de armadores estrangeiros para obtenção de informações privilegiadas e favorecimento obtenção de contratos milionários com a empresa brasileira.
No total, foram cumpridas 46 ordens judiciais distribuídas em 29 mandados de busca e apreensão, 11 mandados de condução coercitiva e 6 mandados de prisão temporária, incluindo o de Vaccarezza, em São Paulo, Santos e Rio de Janeiro.
PF deflagra desdobramentos da Lava Jato no RJ e em SP
Postar um comentário

Comentarios