SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sábado, 23 de setembro de 2017

Notícias > América Latina O general brasileiro apoia o chamado para a intervenção de militares

   General brasileiro Augusto Heleno.

Escrevendo a favor do chamado de intervenção de um colega, Gen. Heleno declarou seu "apoio irrestrito para o meu antigo amigo e respeitado chefe militar".

O general brasileiro Augusto Heleno, de quatro estrelas, saiu em apoio de uma intervenção dos militares no país, citando a crise política em curso .
Na terça-feira, ele publicou um artigo do Facebook em defesa de Antonio Hamilton Martins Mourao, um general ativo nas forças armadas do Brasil, que defendeu a possibilidade de uma intervenção militar brasileira durante um discurso na semana passada. Ambos os homens militares decorados basearam sua conclusão na deterioração da crise política no país sul-americano, de acordo com Brasil24 / 7.
Escrevendo a favor de seu colega, Heleno declarou seu "apoio irrestrito para o meu antigo amigo e respeitado chefe militar".
Ele chatizou "alguns políticos, acusados ​​de corrupção e desfalque de fundos públicos, membros da gangue que dissolveram o país" por atacar Moura, exigindo respeito pela reputação impecável e carreira militar de 45 anos de seu colega. Ele aconselhou-os a " pelo menos, olhe no espelho da consciência e da vergonha ".
Ele acrescentou que Moura simplesmente disse "em sua franqueza e coragem habituais, o que está previsto na constituição. A esquerda, em seu estado de pânico após suas contínuas falhas, interpretou isso como uma ameaça de intervenção militar. Ridículo."
Os comentários relacionados à sua publicação receberam amplo apoio de acordo com um grupo de monitoramento militar.As declarações anteriores de Mourao causaram consternação no comando militar superior do Brasil. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, convocou o principal comandante militar Eduardo Villa Boas para explicar as declarações de Mourao e "aconselhá-lo sobre as medidas adequadas a serem tomadas", de acordo com o Estado.
Jungmann enfatizou que as declarações de Mourao não devem ser retiradas do contexto, preferindo resolver as controvertidas observações dentro das fileiras militares e não aplicar qualquer punição.
Heleno foi o primeiro comandante militar a liderar as Forças de paz do Brasil no Haiti em 2004. Em 2014, criticou publicamente o Partido dos Trabalhadores e a ex-presidente Dilma Rousseff, o que resultou em sua perda de posição como Comandante Militar do Sul dos estados brasileiros do Paraná , Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Atualmente atua como Secretário Militar de Economia e Finanças.

FONTE:https://www.telesurtv.net

Postar um comentário

Comentarios