SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

UM PAI SONHADOR - Um sincero desejo de todo o meu coração.

  A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre, natureza e texto
UM PAI SONHADOR
- Um sincero desejo de todo o meu coração.
"Queria que você me olhasse
E visse esperança.
Que visse uma nova chance
E não um exemplo
De vida fútil e vazia,
Com aparência de certa
Mas toda errada e sem sentido.
Queria que você percebesse
Que a gente pode ser bem mais,
Que pode sonhar e querer muito mais,
Que apenas sobreviver,
Mesmo que confortavelmente
E perder nosso tempo,
Desperdiçar a vida real que há em nós
- E aguarda em silêncio, paciente.
Há tantas mentiras a nossa volta
Para maquiar a escravidão
E ocultar as coisas
Que nos libertam da escuridão.
Queria que por um breve tempo
Você esquecesse esse "brechó" passageiro
Que o mundo se transformou,
Que aos seus olhos parece "maneiro"
Mas para o nosso verdadeiro bem,
Em nada ajudou.
Que você se desligasse da ideia
De obter melhores celulares,
Das tecnologias avançadas,
Das farsas apresentadas na TV
Para olhar e ouvir seu coração
E descobrir quem é você.
Eu só queria que você soubesse,
Que o que aprendi,
Não há como ser ensinado,
Apenas transmitido...
...Mas é preciso ter fé
Para que se possa receber.
É preciso buscar, bater a porta, procurar,
Mesmo sem nada entender,
Mesmo que pareça não existir,
E perseverar, sempre insistir...
...Até encontrar.
E então, um dia acontece
- O DESPERTAR, enfim!
É quando olhos insanos deixam de te guiar,
Outros olhos, assumem e alteram
Sua maneira de ver.
Porque a velha consciência morre
E nada nem ninguém pode matar
Aquilo que é sempre NOVO
Depois que renasce em você.
E aí,
Você percebe que tudo o que
Mais precisa, o essencial
Para todo o ser,
Sempre esteve ali,
A disposição...
Bem perto, dentro, em você.
Eu sei que parece um sonho
Um tanto sem sentido,
De um pai sempre perdido,
Sem razão e nem porquê.
Talvez seja por isso
Que tantos erros cometeu
Mesmo não sendo do seu querer,
Mesmo não tendo essa intenção...
Mas, se tudo se converter em felicidade,
Se ficar no passado todo o mal
Que nos aconteceu,
E a partir de agora eu puder viver de verdade,
- Um estado de ser diferente,
E não essa aparência de realidade
- Somente,
Sustentada por quem em vida, já morreu...
Então terá valido a pena,
E será evidente que Deus me socorreu.
E quando eu tiver que partir
Para servir em outra dimensão,
Restarão duas coisas em mim:
- Uma é a gratidão
E a outra:
- O desejo de um pai, que dos filhos,
Na verdade, nunca esqueceu...
Que cada um de vocês,
Sonhe deveras intensamente,
Sonhos que libertam as mentes,
Mesmo as mais complicadas,
Como as de um pai,
Tão sonhador quanto eu".
Eu te amo!
Seu pai, Fábbio Kostta.
Extraída do livro POETA NA PRAÇA
Postar um comentário

Comentarios