bate papo FMESPERANÇANOSSA

SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Comandante do 3º Batalhão, no Méier, morre após ser baleado Polícia considera que coronel Luiz Gustavo Teixeira, 48 anos, foi morto em assalto. Carro foi alvejado com 17 disparos. Outro PM foi morto nesta quinta: já são 112 em 2017.

O comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, no Méier, coronel Luiz Gustavo Lima Teixeira, morreu após ser baleado por criminosos. Ele foi levado para o Hospital Salgado Filho, onde passou por uma cirurgia, mas não resistiu.
O comandante do 3° BPM foi o 111° policial militar morto neste ano. Pouco depois, outro PM, identificado como Djalma Veríssimo Pequeno, foi assassinado em Guadalupe, também na Zona Norte.
Segundo a polícia, o carro descaracterizado em que estavam coronel e motorista bateu de frente com bandidos que desembarcaram para iniciar um arrastão, dando início à troca de tiros. O veículo do policial foi atingido por 17 tiros na Rua Hermengarda, na altura do Lins de Vasconcelos. O coronel foi baleado no tórax e morreu.Rua próxima ao local do crime (Foto: Henrique Coelho/G1)
.O cabo que conduzia o veículo foi atingido na perna, atendido no Hospital Salgado Filho e transferido para o Hospital Central da PM. Segunda polícia, ele não correr risco de vida.
Policiais da Delegacia de Homicídio estiveram no hospiltal e levaram as fardas dos dois policiais para a perícia.
O coronel tinha 48 anos, estava havia 26 na PM e à frente do 3° Batalhão do Méier há quase dois anos. Ele deixa esposa e dois filhos.
Fonte:https://g1.globo.com/
Postar um comentário

Comentarios