SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Filho de Amarildo é preso na Rocinha

a casa do rapaz, foi encontrada uma pistola Taurus e 45 munições

Rio - Policiais do Batalhão de Ação com Cães (BAC) prenderam, na tarde desta quinta-feira, Amarildo Gomes da Silva, 29 anos, filho do Amarildo da Rocinha, na Favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio. Segundo a polícia, os militares vistoriaram a residência, na Rua 2, após um dos cães sentir cheiro de maconha. 
Na casa, foram encontrados uma pistola Taurus 9mm, 45 munições e uma pequena quantidade da droga. O material foi encaminhado para a 11º DP (Rocinha). De acordo com os policiais, a mãe do rapaz, Elizabeth Gomes da Silva, autorizou a entrada dos militares. Ainda segundo a polícia, na pistola havia a inscrição da facção Comando Vermelho, do traficante Rogério 157. 
Segundo o delegado Antônio Ricardo Nunes, da 11ª DP, Amarildo Gomes será indiciado por porte ilegal de arma de fogo de uso irrestrito e associação para o tráfico.
Caso Amarildo 
O pedreiro Amarildo Dias de Souza desapareceu depois de ser levado pela polícia para prestar esclarecimentos na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade. O episódio aconteceu em julho de 2013. 
Em outubro daquele ano, o Ministério Público denunciou 25 policiais militares pela morte de Amarildo.  Dos 25 PMs, 13 foram indiciados. O caso Amarildo mobilizou a sociedade, ganhou repercussão internacional e tornou-se um símbolo de casos de abuso e violência policiais.
Postar um comentário

Comentarios