SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Grupo ‘desinfeta’ praça de Belo Horizonte onde Lula discursou Vem Pra Rua Minas pendurou cartazes e 'usou' água sanitária 'Super Moro' na Praça da Estação, onde o petista encerrou caravana por cidades mineiras

Integrantes do Movimento Vem Pra Rua Minas “limpam” a Praça da Estação, em Belo Horizonte, por onde Lula passou
Integrantes do Movimento Vem Pra Rua Minas “limpam” a Praça da Estação, em Belo Horizonte, por onde Lula passou (//Divulgação)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encerrou ontem, com um discurso na Praça da Estação, no centro de Belo Horizonte, a caravana em que percorreu 21 cidades de Minas Gerais nos últimos sete dias. No dia seguinte à passagem do petista pelo local, ao lado da ex-presidente Dilma Rousseff e do governador mineiro, Fernando Pimentel (PT), integrantes do Movimento Vem Pra Rua Minas foram à praça para “desinfetá-la”.

Em uma postagem no Facebook (veja abaixo), o grupo anunciou a “Operação #DesinfetaBH”. “Estamos desinfetando a praça, Luladrão esteve aqui”, anunciava um cartaz, pendurado pelo Vem Pra Rua mineiro no palco onde o ex-presidente discursou. Outro, escrito à mão, dizia que “estamos trabalhando para livrar o Brasil dessa orcrim [organização criminosa]”.

Na encenação, os treze intrépidos membros do movimento utilizaram luvas de limpeza, máscaras, vassouras e baldes e personalizaram embalagens de água sanitária com o rótulo “Super Moro”, em referência ao juiz federal Sergio Moro. As imagens não mostram se, de fato, o grupo limpou a praça, que tinha papelões e copos plásticos espalhados.


Postar um comentário

Comentarios