SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Alunos Filmam Professora Cheirando Cocaína Em Sala De Aula E Ela Deixa A Escola Algemada Pela Polícia


Uma professora de inglês do ensino médio foi presa em flagrante do Colégio Lake Central, em Saint John, no estado americano de Indiana. Samantha Cox, de 24 anos, saiu do estabelecimento de ensino algemada pela Polícia local. O motivo: ela foi filmada cheirando cocaína pelos alunos (Confira no vídeo abaixo).
O episódio aconteceu na semana passada e somente agora veio ao conhecimento da imprensa dos EUA e causou revolta na comunidade escolar, entre pais, alunos e educadores. Não há informações de quanto tempo ela trabalhava na escola.
Segundo as investigações em andamento e pelo o que mostra as imagens, a jovem professora estava sozinha em plena sala de aula e não percebeu que estava sendo filmada. Sentada, ela parece enfileirar cocaína em cima de uma pasta. Em seguida, coloca a pasta numa mesa alta e curva a cabeça para cheirar a droga.
O vídeo foi feito pelos alunos a partir de uma janela da sala de aula. Imediatamente, entregaram as imagens aos funcionários da escola, que acionaram a Polícia. Samantha Cox foi presa momentos depois. Ela também foi filmada sendo escoltada algemada por um policial.
A professora agora enfrenta acusações de posse de drogas e incitação ao crime. Ela foi liberada da Prisão Municipal de Lake, nesta quarta-feira (22) depois de pagar a quantia de mil dólares em fiança. Não se sabe quando ela será levada a um tribunal.

A direção da escola disse, em comunicado, que estava agradecida pelos alunos que filmaram e levaram o vídeo ao conhecimento dos funcionários.
Alguns estudantes ficaram indignados com o episódio. “Ela tentou se esconder. Ela não estava em sua mesa onde podíamos vê-la. Ela foi para um canto da sala de aula onde achou que não poderíamos vê-la”, contou o aluno John Rogers à reportagem do canal CBS.
As leis americanas mudam de estado para estado. Mas são duras quando alguém faz uso de narcóticos num ambiente frequentado por menores de idade, ainda mais numa escola. Samantha Cox deve enfrentar um tribunal e as chances são grandes de ser condenada e puxar cadeia.
Se o episódio tivesse acontecido no Brasil a história seria diferente. O máximo que poderia acontecer seria a professora aparecer chorando e recebendo apoio em algum programa da TV Globo.
Postar um comentário

Comentarios