SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Em Emails, Lulinha E Kalil São Tratados Como ‘Donos’ Do Grupo Gol


Fábio Luís Lula da Silva e Kalil Bittar são sócios de Jonas Suassuna na Gamecorp e na BR4 Participações, empresas que receberam milhões do Grupo Gol, que, por sua vez, lucrou dezenas de milhões com a Oi e a Vivo.
Lulinha e Kalil têm sido poupados dos problemas de Suassuna com a Justiça, porque não haveria uma relação direta do filho de Lula e seu amigo com os clientes do empresário. Mas isso pode mudar.
Emails inéditos, obtidos por O Antagonista, sugerem que Lulinha e Kalil são sócios de fato do Grupo Gol.
Num email de 18 de outubro de 2013, Rodrigo Galindo, CEO da Kroton, fala de uma possível parceria do maior grupo educacional do país, que pertence ao ex-ministro Walfrido Mares Guia, com a Nuvem de Livros, da Gol Mobile.
Galindo se dirige a Kalil e Fábio como eventuais parceiros estratégicos:
“Vou dar seguimento aos temas abaixo internamente. Conforme combinamos, o primeiro passo será entender exatamente o que podemos fazer em conjunto e isso poderá ser feito pelo time mais técnico. Assim que esse trabalho estiver concluído, voltamos a discutir a potencial parceria com um viés mais estratégico.”
O CEO diz que Orlando Junior, diretor da Kroton, entraria em contato com Roberto Bahiense, diretor do Grupo Gol, para “entender a Nuvem de Livros”.
Num segundo email, logo abaixo, Sandro Maia, da tecnologia da Gol Mobile, presta contas a Kalil sobre envios de SMS do projeto com a Prefeitura do Rio: “Kalil, como pediu, em anexo, referente a disparos de SMS relacionados a LA 26026.”
Ocorre que o contrato da Prefeitura era com a Oi, que subcontratou a Gol Mobile, de Suassuna
fonte:https://www.noticiasbrasilonline.com.br
Postar um comentário

Comentarios