SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Estagiários de Medicina cortam Pênis de bebê ao invés de cordão umbilical

IMG_0622
Um grupo de estudantes de medicina do México foram protagonistas de uma das cenas mais bizarras e chocantes dos últimos tempos.

Eles confundiram o pênis de um recém-nascido com seu cordão umbilical e quase deceparam o órgão reprodutivo da criança.
Para piorar a situação, os estudantes tentaram consertar o erro com uma nova cirurgia de emergência, inventando desculpas esfarrapadas para os pais do bebê.
“Quando começaram a costurar meu filho, eles causaram duas novas lesões com quase dois centímetros de profundidade”, relatou Diego Izaguirre, pai da criança.
A mãe no entanto, demonstrava o mesmo descontentamento: “Isso não podia ter acontecido, o hospital tinha que ter destacado um ginecologista e não estagiários para cuidar de mim e do meu filho”, disse Zulem Contreras.
O hospital, porém, afirma que “de acordo com as informações disponíveis, durante o trabalho de parto, ao se cortar o cordão umbilical, o prepúcio lesionou-se, e a situação foi corrigida com o procedimento habitual de circuncisão”. Agora, autoridades mexicanas investigam o caso para poder descobrir a veracidade dos factos.
fonte: Bligz
Postar um comentário

Comentarios