SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

sábado, 11 de novembro de 2017

URGENTE!! Na Câmara e no Senado já se fala que as Forças Armadas poderão assumir o poder.

   

“Estou saindo da Câmara Federal, nesse momento. O clima em Brasília vai ficar quente. Buzinaço, quebra-quebra nas ruas, uma crise”. O povo não aguenta mais.
” Há um grande temor de que a democracia conquistada com muitas lágrimas, se perca pela incompetência desse Governo. Já se fala nos bastidores da Câmara e do Senado, de as Forças Armadas assumirem o poder deste País”
Como é que as FORÇAS ARMADAS poderiam tomar o PODER da mãos do presidente, se elas estão submissas às ordens de comunistas a frente do Ministério da Defesa Nacional. 
A resposta direta e reta veio dos lábios do jurista Ives Gandra Martins, o qual afirma o seguinte:
“No momento em que um dos Poderes esteja em questão, no caso o EXECUTIVO, sendo ele um dos elementos que esteja perturbando a ORDEM, quem vai definir não é mas a Presidente da República, que está em questão. Quem passa a restabelecer a Lei e a Ordem, são os Comandantes Militares. E são os Comandantes Militares que assumem o Poder no Brasil.
Resultado de imagem para povo forças armadas nas ruas
Se estiver em jogo a Presidência da República, quem vai equacionar o processo são os Comandantes Militares. E não mais o Ministro da Defesa, que é apenas um órgão comandado pela Presidência da República”, pontuou o jurista Ives Gandra.
A OPERAÇÃO LAVA JATO E A ZELOTES são as verdadeiras ferramentas de FAXINA GERAL no Brasil, iniciadas pelo Judiciário do Paraná na pessoal do heróico cidadão brasileiro, o NOBRE JUIZ SÉRGIO MORO.
Estas operações revelaram ao Brasil e ao mundo como funcionava o maior esquema de corrupção da história política do Planeta, como o mundo inteiro viu..
Os últimos presidentes da República foram citados várias vezes na Operação Lava Jato por réus indiciados e presos por Crimes de Corrupção, lavagem de dinheiro, entre outros delitos identificados pelos desvios da Petrobrás, Odebrecht, JBS e etc.
As revelações trazem a baila o repasse de 3% dos lucros da Petrobrás ao PT(Partido dos Trabalhadores e 2% ao PP(Partido Progressista), que mantinham seus homens de confiança no Conselho da Petrobrás.
Além disso, a participação de donos de grandes empreiteiras e do empresário André Esteves, dono do Banco Pactual BGT, presos por envolvimento nos esquemas de corrupção na Lava Jato.
Os impactos das prisões dos “poderosos do Brasil”, abalou a estabilidade da corrupção sistêmica dentro da Executivo Nacional, das duas Casas Legislativas( Senado e Câmara), e ainda, repercutiu dentro do Supremo Tribunal Federal(STF), que trabalha com 8(oito) ministros indicados pelo ex-presidente Lula, ou seja, dos 11 ministros, apenas 3 não estão lá por influencia do PT.
 Esta última análise se agrega ás decisões monocráticas, tendenciosas ou arbitrárias do STF, o qual invadiu a competência da União, segundo o jurista Ives Gandra, em decisões que não eram de sua conta, para privilegiar réus na Lava Jato, prejudicar os trabalhos do juiz Sérgio Moro e ainda, diminuir o poder das casas legislativas.
Isto comprova que a DESORDEM JURíDICA está instalada nos TRÊS PODERES.
O presidente do Senado Federal Renan Calheiros/PMDB/AL, é alvo de investigações em andamento pela Polícia Federal, por conta de inquéritos criminais instaurados pelo Ministério Público Federal, sob acusações de Falsidade Ideológica, Falsificação de Documentos, Lavagem de Dinheiro e Peculato.
O ex presidente da Câmara dos Deputados Federais, Eduardo Cunha/PMDB-RJ, que se encontra preso, pelo MPF, com acusações de comandar uma quadrilha criminosa dentro da câmara, manter conta bancária no exterior, não declara a Receita Federal, além de Corrupção e Lavagem de Dinheiro.
Não existem mais desculpas para as Forças Armadas, na pessoa de seus comandantes militares, para continuarem omissos e negligentes com a nação brasileira, com os valores patrióticos, negligenciando a função pública, prevaricando-se contra o próprio dever constitucional.
As FORÇAS ARMADAS demonstram estar adormecidas.
O que não se pode dizer o mesmo com relação as manifestações da NAÇÃO PATRIÓTICA BRASILEIRA, que vai às ruas para exigir seus direitos constitucionais, dentre eles a INTERVEÇÃO MILITAR FEDERAL, como instrumento de restabelecimento da LEI e da ORDEM, usurpadas pela corrupção nos 3(Três) Poderes.
Pode-se dizer que o GIGANTE ADORMECIDO não é o POVO, mas o Exército de Brasileiro Caxias-RJ ou do Brasil, dominado por comandantes que estão muito a quem dos GENERAIS DURÕES da época do regime militar.
Homens incorruptíveis, firmes, comprometidos com a LEI e a ORDEM, fies combatentes das ideologias esquerdistas dos comunistas que ai estão, e que deixaram o seu legado pelas ações implacáveis em defesa dos interesses da NAÇÃO PATRIÓTICA BRASILEIRA.
Mas os comunistas não perdem por esperar as novas manifestações que acontecerão nos próximos dias, com o boneco do NOBRE GENERAL NOURÃO inflado, o qual representa um ícone da Ética, da Moral, do DESPERTAR DA LUTA PATRIÓTICA, e ainda, da resistência revolucionária em defesa do Direitos Constitucionais.
A corrupção não pode ser via de regra no Brasil, e muito menos se manter IMPUNE, ainda mais, sendo respaldada pelos TRÊS PODERES constituídos (EXECUTIVO, LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO), que a utilizam como ferramenta paraperpetuação no poder pelo poder,idolatrando ideologias esquerdistas arquitetadas pelo Foro de São Paulo e da UNASUL.
FONTE: JORNAL DO CENTRO
sub fonte:https://www.jornaldopais.com.br
Postar um comentário

Comentarios