SIGA-ME

SIGA-ME

Seguidores da revista

Clima Tempo

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Gilmar Mendes manda soltar mulher de Cabral Condenada por lavagem de dinheiro e organização criminosa, Adriana Ancelmo cumpria pena em regime fechado na mesma prisão que ex-governador do Rio

   A ex-primeira-dama Adriana Ancelmo
A ex-primeira-dama Adriana Ancelmo, mulher de Sérgio Cabral (PMDB), deixa a prisão domiciliar em seu apartamento no Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro - 23/11/2017 (WILTON JUNIOR/Estadão Conteúdo)


                                   (CADASTRO)
O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar nesta segunda-feira a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB).

Adriana foi condenada a dezoito anos de prisão no âmbito da Operação Calicutee responde a outras três ações penais, sob acusação de lavagem de dinheiro de uma organização criminosa por meio da compra de joias. A mulher de Cabral foi presa preventivamente em dezembro do ano passado e chegou a cumprir a pena em regime domiciliar até março de 2017, no seu apartamento no Leblon, Zona Sul do Rio

Em novembro, por 3 votos a 2, o Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro da 2ª Região (TRF2) decidiu mandar Adriana de volta para o regime fechado. Desde então, ela estava detida na penitenciária de Benfica, Zona Norte do Rio de Janeiro, onde também está o marido.
LOJA VIRTUAL CLIK NA IMAGEM QUE SERA DIRECIONADO
GRUPO HINODE
(Com Estadão e Agência Brasil)
FONTE:https://veja.abril.com.br/
Postar um comentário

Comentarios