quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Desembargadora Pressionou Diretor Do Presídio Para Tirar Filho Traficante Da Cadeia

   
A desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges tinha a cópia de um habeas corpus quando retirou, pessoalmente, seu filho do Presídio de Segurança Média de Três Lagoas. Mas não é preciso ser especialista em Direito para concluir que a medida não bastava.

Preso em flagrante por transportar quase 130 quilos de maconha e muita munição, inclusive de arma de uso restrito, Breno tinha um segundo mandado de prisão preventiva a cumprir, este pela acusação de participar de uma organização criminosa ligada ao PCC.Este segundo mandado nunca foi revogado, mas acabou prevalecendo o entendimento de que Breno deveria ir para uma clínica médica.
“O caso assume contornos de perplexidade, pois este Juízo, além de ter determinado a prisão preventiva de Breno, é também o corregedor das unidades prisionais da comarca. Não houve no dia e até a presente data nenhum pedido de revogação da prisão preventiva ou concessão de liberdade provisória nos autos da Operação Cerberus”, escreveu o juiz Rodrigo Pedrini Marcos, de Três Lagoas, em resposta a um pedido de informações do promotor Luciano Anecchini Lara Leite, da 8a. Promotoria de Justiça de Três Lagoas, que está investigando o caso.
fonte:https://www.noticiasbrasilonline.com.br/
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios