quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Temer é homenageado pela cúpula das Forças Armadas e comparado a um grande general com coragem para enfrentar grandes batalhas pelo Brasil


Em nome da Cúpula das Forças Armadas, o Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Rossato, Comandante da Aeronáutica, fez uma bela homenagem ao presidente Michel Temer durante a cerimônia de apresentação de oficiais-generais promovidos esta semana. Nos bastidores, havia o consenso entre os generais sobre a necessidade de usar o almoço com a cúpula das Forças Armadas para um ato de desagravo ao presidente, recentemente criticado publicamente pelo general Antonio Hamilton Mourão, destituído do cargo de Secretário de Economia e Finanças do Exército com a anuência da cúpula do Exército. 

Acompanhe abaixo o discurso do comandante das Forças Armadas. "Este, certamente, é um dos momentos agradáveis de nossas existências. Reunimonos, a cada final de ano, neste almoço de confraternização, onde, reafirmando os laços
de amizade e abraçando velhos companheiros das Forças co-irmãs, revivemos instantes inesquecíveis de nossas carreiras, ao mesmo tempo temperados pelos problemas vividos ao longo do ano que se finda, e ansiosos pelos desafios que nos acenam no futuro próximo. Esta é a nossa vida! Temos o privilégio e a honra, nós todos, de dirigirmos os destinos das nossas Forças Armadas, orientando os mais jovens com firmeza e exemplos demonstrados no cotidiano. Como oficiais-generais somos todos responsáveis pela manutenção da ordem, da hierarquia, da lealdade, do respeito, da disciplina e do perfeito entendimento, em seu mais alto nível, da tarefa constitucional de nossas Instituições. O passado nos fala dos nossos precursores, de suas dificuldades e de seus problemas, mas também nos faz relatos de suas vitórias. Com efeito, é delicado o momento atual vivido pelo povo brasileiro. Por isso, devemos, neste tempo de festas natalinas, analisar o que passamos; os problemas surgidos e as soluções encontradas, a fim de nos prepararmos para enfrentar dificuldades futuras, deixando, para aqueles que nos sucederem, as lições extraídas do momento presente. Por esse motivo, Senhor Presidente, guardados em nossos corações e alimentados por nossas mentes indagadoras, é que dizemos da alegria e da honra em proclamarmos a certeza dos homens e mulheres, profissionais do mar, da terra e do ar, de que todos devemos participar do enorme esforço desenvolvido em seu governo, com o fito de oferecer ao nosso País a oportunidade de transformar-se em uma sociedade mais justa, com um povo mais feliz. As Forças Armadas, graças ao incansável trabalho desenvolvido pelo Senhor Ministro da Defesa Raul Jungmann e o seu Ministério, assim como todos os nossos efetivos, aqui representados pelos senhores oficiais-generais, voltaram-se para o cumprimento das metas propostas em nossas diretrizes e, juntos, enfrentamos, no transcorrer deste ano, desafios de toda ordem e em todas as áreas. Podemos perceber, portanto, que o ano foi difícil. No entanto, fizemos o que nos foi possível e continuaremos a realizar, pois, em época de crise, usa-se a imaginação, buscam-se processos ainda mais econômicos, evita-se o desperdício, priorizam-se metas e o resultado acaba sendo minimante aceitável… … Estamos conscientes de que os desafios não cessarão com o findar deste ano. Mas há em nós a vontade de vencer. Revigora-nos a lembrança de momentos mais difíceis do que o atual, e que foram ultrapassados pelos que nos legaram Forças Armada
como hoje são: queridas, admiradas e respeitadas. Conquista de homens que fizeram delas três 
                            LOJA VIRTUAL CLIK NA IMAGEM QUE SERA DIRECIONADO
                                        GRUPO HINODE

nobres altares, onde depositaram os mais altivos ideais, as virtudes e os valores morais e profissionais, ao lado de suas esperanças e convicções. Daí, inferimos a necessidade de, continuamente, alertarmos os nossos comandados, no sentido de estarem conscientes de nossa destinação constitucional. É nosso dever, como oficiais-generais, orientadores dos caminhos de nossas Instituições, levarmos aos integrantes de nossas organizações, uma mensagem de fé, de compreensão do contexto externo e interno, relembrando-lhes o quanto espera de nós o Brasil e que a eficiência, a lealdade, a honra, o dever e a firmeza de propósitos são as ferramentas de que o soldado necessita para sair vitorioso em qualquer combate. Senhor Presidente, Este era um dos dogmas de fé de Napoleão Bonaparte: não há nada mais precioso do que saber decidir! As suas decisões não têm receio do futuro e Vossa Excelência não tem medo de ter coragem e está convicto de que a batalha nacional não se vence se não estivermos todos dentro dela. A sua lide continuará sendo a de perceber qual o caminho seguro e quais os melhores processos para conduzir os que dependem da sua liderança, das suas decisões, “pois não há nada mais precioso do que saber decidir!” Que o final de ano propicie a Vossa Excelência o descanso merecido entre batalhas. O Natal se aproxima, as luzes de 2017 começam a se apagar, a humanidade prossegue em sua marcha, desenvolvendo potencialidades, crescendo e aprimorando conhecimentos. Desejo a todos muita harmonia. Que este Natal venha a ser, no seio da família militar brasileira, de paz, de compreensão e de solidariedade. Que 2018 seja confortador, trazendo a todas às senhoras e aos senhores toda a sorte de realizações pessoais e profissionais. Senhor Presidente, Este momento é privilegiado. Daqui partiremos revigorados pelo estímulo transmitido na convicção de suas ideias, incentivando-nos a prosseguirmos no compromisso que estabelecemos com o futuro do Brasil. Um feliz Natal! 21/12/2017 Temer é homenageado pela
 Muito obrigado. Tenente-Brigadeiro do Ar NIVALDO LUIZ ROSSATO Comandante da Aeronáutica
FONTE:http://www.imprensaviva.com
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios