quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Em 11 anos, o patrimônio de Lula multiplicou em 19 vezes, diz jornal

Resultado de imagem para lula correio 24 horas
Segundo o PT, a multiplicação do dinheiro está relacionada às palestras realizadas pelo ex-presidente após deixar o cargo da presidência da república no ano de 2011 (Foto: AFP)
 Segundo matéria publicada no site do jornal "Gazeta do Povo" desta terça-feira (25), em 11 anos, o patrimônio do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva foi multiplicado por 19 e ele se tornou milionário.
Em 2006, Lula possuía o patrimônio total de R$ 839 mil. Sendo a quantia de R$478 mil depositada em bancos e o restante, R$ 361 mil,  distribuída em bens (três apartamentos, um automóvel, um terreno, além da fração do apartamento do Guarujá)Atualmente, a sua renda corresponde a R$ 9,6 milhões em investimentos e contas bancárias. Deste patrimônio, R$ 606,7 mil estão em contas correntes e R$ 9 milhões estão em dois planos de previdência privada, segundo a reportagem do jornal. Segundo o PT, a multiplicação do dinheiro está relacionada às palestras realizadas pelo ex-presidente após deixar o cargo da presidência da república no ano de 2011. Conforme declarações já feitas por Lula, cada conferência prestada por ele custava cerca de R$ 200 mil.
A divulgação e comparação dos valores só foi possível após a declaração de bens de Lula se tornar pública novamente, depois que o juiz Sérgio Moro determinou o bloqueio do patrimônio do ex-presidente. A última vez que Lula teve a sua renda declarada publicamente foi no ano de 2006, quando concorreu à reeleição.
FONTE:http://www.correio24horas.com.br/
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios